Cães e gatos disponíveis para adoção correm risco de despejo na Pampulha, em BH

Cães e gatos disponíveis para adoção correm risco de despejo na Pampulha, em BH

Devido à crise financeira, voluntários deixaram de contribuir para a manutenção do abrigo, onde 100 animais aguardam novos tutores.

Por Pedro Ferreira

MG bh pampulha caes 0667aMais de 100 cães e gatos correm o risco de serem “despejados” de um albergue voluntário na Pampulha, em Belo Horizonte, que está fechando as portas por não ter condições de pagar as despesas. “Devido à dificuldade financeira para manter o imóvel onde são albergados temporariamente cães e gatos resgatados da situação de maus-tratos e abandono, estamos fazendo uma campanha desesperada para encontrar adotantes para os animais e fechar o espaço”, disse o ativista Franklin Oliveira.

Quase metade dos apoiadores que contribuíam para a manutenção do local, com ração e outras despesas, deixaram de ajudar, segundo ele. “Muitos voluntários ficaram desempregados e outros tiveram de assumir sozinho a manutenção de suas casas, pois seus companheiros ou outros familiares também ficaram desempregados”, completa.

O imóvel alugado tem 1,1 mil metros quadrados, onde vivem cães e gatos sem raças definidas e que esperam adoção. “O consumo diário de ração chega a 35 quilos. Todos os animais estão castrados, vacinados e vermifugados. Alguns, resgatados recentemente, estão em tratamento veterinário”, disse o ativista.

Do total de animais, 20 são cães resgatados pelos bombeiros no mês passado na casa de um idoso encontrado morto no Bairro Concórdia, Região Nordeste da capital. “Eles foram vacinados, vermifugados e castrados. Agora, estão sendo socializados”, disse Franklin.

Os animais estarão disponíveis para adoção em uma feira neste sábado, das 9h às 12h, durante rua de lazer na Avenida Brasil, 460, no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul da capital. Para adotar um cão ou gato, o interessado deve ser maior, passar por uma entrevista e assinar um Termo de Compromisso de Ação. A pessoa contribui com R$ 40 para ajudar nos custeios de vacina do pet.

Fonte: Estado de Minas

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.