Cães e gatos: Meta do município de Rondonópolis (MT) é castrar cerca de 200 animais por mês

Cães e gatos: Meta do município de Rondonópolis (MT) é castrar cerca de 200 animais por mês
Somente ontem, 30 animais passaram pelo procedimento. A meta é conseguir castrar cerca de 200 animais por mês no município. (Foto: Wherverton Barros/Assessoria)

A Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) realiza, a partir de agora, cerca de 200 castrações mensais em cães e gatos com o objetivo de promover um controle populacional dos bichos e diminuir o número dos mesmos em situação de abandono e vivendo na rua. Os procedimentos são gratuitos e priorizam as famílias de baixa renda participantes de programas sociais do Governo Federal.

De acordo com o médico veterinário Kleysller Willon Silva, gerente da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), antigo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), as castrações são feitas em cães e gatos tanto do sexo masculino quanto feminino a partir dos seis meses de idade até o limite de cinco anos.

“O tutor, ou dono desse animal, tem que ser prioritariamente participante de programas sociais, mas caso não seja, nós também fazemos o cadastro e a pessoa fica aguardando, mas temos priorizado aquelas pessoas que não podem pagar pelo procedimento. Porém, todos ficam cadastrados e havendo disponibilidade, nós faremos essa castração sem problemas”, informou.

Ainda de acordo com ele, o Município já realiza as castrações há cerca de seis meses utilizando uma clínica particular, procedendo cerca de 80 castrações por mês mas, a partir de agora, pretende aumentar esse número para cerca de 200 por mês. “Nós utilizávamos apenas a clínica conveniada, mas a partir de uma reforma que fizemos no nosso prédio, teremos uma estrutura que nos permitirá aumentar esse número para 200 cirurgias por mês. Dependemos apenas de uma vistoria do Conselho Regional de Medicina Veterinária para podermos usar o nosso centro cirúrgico, mas já fizemos 30 castrações nessa segunda-feira (22) e o local tem toda a estrutura necessária”, continuou.

As pessoas interessadas em castrar seus cães e gatos devem procurar o UVZ, que fica à margem da MT 130, na região do Globo Recreio, saída para Poxoréu. “As pessoas têm que nos procurar com os documentos do animal, informações sobre vacinação e outras ocorrências, para então passar por uma triagem e depois entrar numa fila de espera para aguardar o dia da cirurgia. É importante ressaltar que esse bicho não pode estar doente, pois assim não resiste à cirurgia”, alertou Kleysller Willon.

Segundo ele, o UVZ conta com uma equipe formada por sete médicos veterinários e o tempo de espera pela cirurgia é de cerca de 40 dias em média, em se tratando de animais machos, e 90 dias para as fêmeas.

A justificativa é que a cirurgia é bem mais simples nos animais machos, enquanto que nas fêmeas há a necessidade de se abrir a barriga dos animais para se fazer a castração.

Para o responsável pela unidade dedicada aos animais, a grande importância da castração é o controle de natalidade dos mesmos, evitando com isso a proliferação de animais abandonados pelas ruas da cidade.

“Para se ter uma ideia, nós já realizamos cerca de 500 cirurgias de castração nos últimos meses. Se imaginarmos que uma gata pare pelo menos dez gatinhos por ano, só com isso já evitamos que milhares de bichinhos fiquem abandonados pelas ruas, sujeitos a maus tratos e às doenças. Outra vantagem importante de se apontar é que esses animais de estimação, depois de castrados, se tornam mais dóceis, não fogem tanto de casa, por que não têm mais necessidade de ir atrás de um parceiro para procriar. São inúmeras as vantagens e cada vez mais as pessoas procuram por uma castração, por que é melhor também para os animais de estimação”, concluiu.

Por Denilson Paredes

Fonte: A Tribuna MT