Cães envenenados pelo próprio tutor em São Jorge, Portugal

Cães envenenados pelo próprio tutor em São Jorge, Portugal

A associação Ajuda a Alimentar Cães denunciou, na noite de terça-feira, através das suas redes sociais, mais um caso de maus tratos a animais de estimação. Dois cães, que viviam sem condições, foram envenenados pelo próprio tutor, em São Jorge.

De acordo com o relato da associação, que recebeu um pedido de ajuda “para dois cães a viver sem condições em São Jorge”, “o tutor ameaçava que os ia envenenar e que inclusive já tinha a cova feita”.

“Fomos hoje [ontem] até São Jorge para os resgatar e recebemos a pior notícia. O tutor já os tinha envenenado e enterrado”, pode ler-se. “O tutor envenenou os dois cães. Um deles deitou no lixo e o outro enterrou. O cão que estava na casa dele, foi para o lixo e o cão que estava no terreno, foi enterrado lá mesmo. Confirmou-nos que os envenenou e que já tinha a cova pronta há três meses.”

Os voluntários da associação referem que foi contactada a Polícia de Segurança Pública, para denunciar o caso, e que o corpo do cão, desenterrado pelo próprio tutor, foi entregue no Hospital Veterinário da Madeira, onde hoje deverá ser encaminhado para necropsia.

“Casos como este, infelizmente, são muito comuns. Sempre que alguém faz alguma ameaça é importante fazer denúncia às autoridades imediatamente”, sublinha a associação.

Fonte: JM Madeira / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.