Cães explorados para caça são encontrados dentro de caixa no DF, sem água nem comida

Cães explorados para caça são encontrados dentro de caixa no DF, sem água nem comida

Um homem foi preso nesta terça-feira (27), em Samambaia Norte, no Distrito Federal, por manter dois cachorros da raça perdigueiro trancados em uma caixa de madeira, sem água e sem comida. A Polícia Militar Ambiental chegou ao local, na QR 612, após uma denúncia de maus-tratos a animais domésticos.

A raça de cães é muito usada para a caça. Segundo a PM, o dono dos animais negou que essa fosse a finalidade dele manter os perdigueiros presos. Mas após uma busca na casa, os policiais encontraram quatro espingardas, uma garrucha, um silenciador e cerca de 200 munições de vários calibres.

Armas encontradas pela Polícia Militar Ambiental do DF na casa de homem que criava cães de caça trancados em uma caixa.

O material foi apreendido e levado para a 26ª DP, em Samambaia. O homem foi autuado pelo crime de maus tratos a animais e liberado.

Conforme a PM ele vai responder também por porte de arma de fogo e porte de munições e artefato – silenciador – de uso restrito. O G1 não conseguiu falar com o tutor dos cachorros.

Caixa de madeira onde eram trancados os cachorros perdigueiros, em Samambaia, no DF — Fotos: PMDF / Divulgação

Os perdigueiros, de acordo com os veterinários, são caçadores e precisam de espaço para se exercitar. “Não é um cão de cidade”, dizem os especialistas.

“Para ter cães perdigueiros é fundamental lembrar que eles necessitam de longas caminhadas diárias”, explicam os criadores.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.