Cães resgatados em canil clandestino de Ribeirão Pires recebem cuidados na UPA Animal de Mauá, SP

Cães resgatados em canil clandestino de Ribeirão Pires recebem cuidados na UPA Animal de Mauá, SP

Cerca de dez cães das raças American Bully e Bulldog Francês, resgatados no última sábado (25) em Ribeirão Pires, estão sob os cuidados dos profissionais da UPAA (Unidade de Pronto Atendimento Animal) de Mauá.

Resgatados de um canil clandestino, os animais usados para reprodução e comercialização apresentavam diversos sinais de maus-tratos, como machucados e mutilações estéticas.

A ação realizada pelas equipes da gerência de bem-estar animal de Mauá e da GCM (Guarda Civil Municipal) foi fruto de uma investigação que se iniciou em 2019, em Mauá. Após diversas diligências, as equipes chegaram até o canil em Ribeirão Pires, que se encontrava em péssimas condições.

O prefeito Atila Jacomussi (PSB) elogiou o trabalho da equipe. “Não toleramos canis clandestinos e maus-tratos aos animais. Por isso, combatemos sem descanso essa grande maldade. Então, faço um pedido de coração a você: não compre animais, não ajude a financiar esse crime. Quem ama, adota”, disse nas redes sociais.

Andreia Rolim Rios, primeira-dama de Mauá, participou ativamente na ação, inclusive no resgate dos cães. “Em dezembro a gente recebeu denúncia de maus-tratos em Mauá e nossa equipe de bem-estar animal esteve presente, notificando. Não permitiram que a gente entrasse no espaço para que verificasse os maus-tratos. Acredito que o proprietário pegou os animaizinhos, escondeu aqui na cidade de Ribeirão (Pires), dentro de condomínio, isolado, onde não tem vizinhos para ver e ouvir os maus-tratos. E graças à nossa equipe conseguimos descobrir que estavam aqui”, explicou.

O responsável pelo canil foi encaminhado à Dicma (Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente) de Santo André, onde o caso foi registrado.

Por Lucas Rogério

Fonte: O Grande ABC

Nota do Olhar Animal: Legais ou ilegais, os criadouros de animais “de raça” promovem um tremenda violência contra os animais ao selecioná-los geneticamente, causando-lhes problemas que resultam em grande sofrimento. E também agem contra os interesses dos bichos ao coisificarem-nos, transformando-os em mera mercadoria passível de compra e venda.

Você faz questão de um cão de raça? Pense duas vezes…

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.