Cães são resgatados após ficarem sem água e alimento em Urussanga, SC

Cães são resgatados após ficarem sem água e alimento em Urussanga, SC

SC Urussanga caes resgatados maus tratos1

Após denúncias de populares, a Polícia Civil e a Ong Raça resgataram na semana passada três cães em situações de maus-tratos em uma residência no bairro Figueira, em Urussanga. Na casa, os animais encontravam-se sem água, comida e em estado de desnutrição. O mandado judicial foi expedido pelo Fórum da Comarca e no dia 19, aconteceu o resgate dos animais.

“A primeira denúncia aconteceu em outubro do ano passado. A Ong esteve na casa fazendo a visita, tentamos conversar com a tutora, mas ela não permitiu que os animais fossem vistos. No início deste mês de julho, novas denúncias. Retornamos ao local acompanhadas dos policiais. Porém, novamente a proprietária nem abriu a porta. Após, conseguimos o mandado judicial e fizemos o resgate”, conta a gestora da Ong, Paola Tegner.

“Conversamos com a mulher e encontramos três cães no interior da casa. Um deles estava bem de saúde e tratava-se do animal de estimação no qual ela possui há oito anos. Os outros dois, a proprietário ela resolveu doar para a Ong. Ela deverá ser responsabilizada pela situação dos cães”, relatou um dos policiais da PC de Urussanga.

Os animais resgatados eram das raças chow-chow e boxer. Todas fêmeas. “ A boxer estava amarrada fora da residência e bastante debilitada, com ossos aparentes, em meio a fezes, urina e amarrada a uma corrente”, relata a gestora da Ong.

Os animais foram encaminhados a uma clínica veterinária para tratamento de saúde e passam bem. “Atesto que os cães deram entrada na clínica, por intermédio da Ong Raça de Urussanga, encontram-se apáticos, com endoparasitas e ectoparasitas. Os três animais estavam em níveis moderados de desidratação, vivendo em condições inadequadas”, assina o médico veterinário da clínica, Cláudio Wendlant Junior.

A Polícia Civil de Urussanga aguarda o laudo do médico veterinário para dar continuidade ao termo circunstanciado. “Se houve maus-tratos, ela vai responder o TC por crime ambiental”, relata o delegado responsável pelo PC de Urussanga, Rafael Marin Iasco.

Doações

A Ong Raça busca voluntários interessados em contribuir com o custo do tratamento dos animais. O telefone para contato é o 9636 1175.

Fonte: O Regional Sul (com informações de Sul In Foco)

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.