Cães são resgatados de criadouro em condições de maus-tratos durante operação no Rio

Cães são resgatados de criadouro em condições de maus-tratos durante operação no Rio

Cerca de 60 animais foram apreendidos em situação de maus tratos em um canil na Praia da Brisa, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, em uma ação da Subsecretaria de Bem Estar Animal (Subem), da 43ªDP (Guaratiba), do Centro de Controle e Zoonoses da Vigilância Sanitária e da Comissão de Defesa dos Animais.

A ação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (13) e, ao chegarem no local, os agentes encontraram um canil nos fundos da casa, onde os animais eram acondicionados em gaiolas enferrujadas ou espaços em péssimas condições de higiene.

O local, de acordo com a prefeitura, é usado clandestinamente para a venda de animais. De acordo com os agentes, a proprietária do canil deixava os bichos doentes do segundo andar do imóvel.

Subsecretaria checou denúncias de ONGs. — Foto: Divulgação 

“Constatamos, junto com o vereador Luiz Carlos Ramos Filho, após checar uma denúncia aqui em Sepetiba, que uma casa servia de canil clandestino para vendar de cães de raça. O local estava completamente insalubre e os bichos acondicionados de maneira inadequada, constatando os maus tratos”, disse o subsecretário Roberto de Paula.

Entre os animais comercializados estão filhotes de raças que chegam a custar cerca de R$ 4 mil, como o lulu-da-pomerânia. Também foram apreendidos no canil filhotes de shitzu, yorkshire, maltês, buldogue e poodle. Os animais serão levados para duas ONGs no Rio.

Agentes encontraram animais em canis sem qualquer condição de higiene. — Foto: Divulgação 
Cachorros da raça lulu-da-pomerânia estavam em espaços insalubres.— Foto: Divulgação 
Animais resgatados em canil na Zona Oeste do Rio serão levados para ONGs — Fotos: Divulgação

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.