Cãezinhos shih-tzu resgatados de canil já têm 300 pessoas na fila de adoção

Cãezinhos shih-tzu resgatados de canil já têm 300 pessoas na fila de adoção

“A procura por esses cachorrinhos, por serem de raça, é infinitamente maior do que a procura pelos vira-latas”, disse Valda Prata, representante da ONG Francisco de Assis União Protetora dos Animais (Fauna), de Rio Preto, SP.


A representante da associação disse que, quando chegam à ONG, cães com histórico de maus-tratos costumam atrair mais a atenção. Mas existem vira-latas que estão há meses esperando por um lar. “Muita gente se sensibiliza com a situação [dos cachorros abandonados] independentemente de serem de raça, mas tem cachorro [vira-lata] que fica o sábado inteiro em eventos de adoção e ninguém leva”, disse.

De acordo com Valda, geralmente aparece, em média, uma ou duas pessoas interessadas em adoção. Desta vez, pelos cachorros serem da raça shih-tzu, há mais de 300 pessoas interessadas em adotar. “A procura é infinitamente maior por serem de raça. Com certeza grande parte desses interessados estão motivados porque é de raça e vêm oportunidade de ganhar um cachorro assim ao invés de comprar”, afirmou.

Estado de saúde dos cães

Valda contou que cada um dos 66 cachorrinhos resgatados tem um histórico de estado de saúde diferente e alguns nasceram com má formação congênita pela falta de responsabilidade na hora de colocar para cruzar. “Provavelmente por cruzar mãe e filho, alguns deles nasceram com essa má formação [congênita]. No caso desses, alguns têm as patinhas defeituosas. Não sei se as pessoas vão querer adotar por este motivo”, contou.

Além disso, alguns cachorros estão muito magros, “puro osso”, e outros estão com a barriga muito inchada, segundo a representante da ONG. Eles estão sendo tratados por médico veterinário, está sendo feita uma triagem e serão castrados antes de irem para adoção. “Conforme eles forem ficando aptos para serem adotados, vamos liberando. Não vai ser necessário fazer evento de adoção, porque tem muita gente procurando, então vão ser adotados rapidamente”, acrescentou.

O resgate  

66 cachorros da raça shih tzu – 60 adultos e seis filhotes – foram encontrados em uma residência no último dia 19 pela manhã num canil clandestino no Parque da Liberdade II. Os animais estavam em um imóvel de apenas 60 metros quadrados. A ação foi feita pela Polícia Ambiental em parceria com a Polícia Militar e a Diretoria do Bem-Estar Animal.

O canil foi descoberto após uma denúncia de maus-tratos feita pelo Condomínio Parque da Liberdade II, que acionou a Justiça em novembro do ano passado. O juiz da 8ª Vara Cível de Rio Preto, Paulo Roberto Zaidan Maluf, concedeu liminar no dia 10 para que a residência fosse arrombada e os animais, recolhidos.

A Polícia Ambiental fez a apreensão dos animais e multou a moradora em R$ 198 mil por prática de maus-tratos a animais domésticos. A mulher responderá em liberdade pelo crime.

Por Ana Júlia Prado

Fonte: DL News


Nota do Olhar Animal: Ótimo que haja lares para todos estes cães, mas a mobilização para a adoção de animais de “raça” revela também o lado perverso da “estimação”, em que se valoriza a seleção genética e a aparência dos bichos e se ignora a necessidade de milhares outros, sem raça definida, que “mofam” em canis municipais ou que estão nas mãos dos abnegados protetores.

PM estoura canil clandestino que mantinha 66 cães da raça shih tzu em cativeiro

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.