Cães da raça chow chow tingidos de preto e branco para parecerem pandas em café de Chengdu, na China — Foto: AFP

Café na China pinta cachorros como se fossem pandas e recebe críticas por maus-tratos

Um café em Chengdu, na China, está na mira de denúncias por pintar cães da raça chow chow como se fossem pandas. Ativistas de direitos dos animais alegam maus-tratos.

Segundo reportagem do jornal britânico “The Guardian”, o café Cute Pet Games – algo como “jogos dos bichos fofinhos” – abriu no mês passado com seis cachorros pintados em preto e branco.

Cães tingidos como panda brincam com funcionário de café de Chengdu, na China — Foto: AFP
Cães tingidos como panda brincam com funcionário de café de Chengdu, na China — Foto: AFP

A ideia do estabelecimento era representar a província de Sichuan, onde fica a cidade de Chengdu. A região é habitat para pandas, espécie que corre risco de extinção.

O proprietário do café, conhecido apenas pelo sobrenome Huang, disse em vídeo que os visitantes poderiam tingir seus cachorros por 1,5 mil yuan – mais de R$ 850, pela cotação atual. Ele nega que a tinta faça mal aos bichos.

Riscos para os cães
Cachorrinho chow chow pintado como um panda em café de Chengdu, na China — Foto: Zhang Lang/CNS via Reuters
Cachorrinho chow chow pintado como um panda em café de Chengdu, na China — Foto: Zhang Lang/CNS via Reuters

Porém, após um vídeo viralizar, usuários das redes sociais alertaram sobre os riscos de se tingir cachorros.

A Peta – organização ativista dos direitos dos animais dos Estados Unidos – divulgou que um cão quase morreu após ser tingido com tinta para cabelo usada em seres humanos. O animal teve queimaduras graves.

Em 2013, uma moradora de São Carlos (SP) tingiu e tosou um cachorro para que parecesse um leão. Veterinários alertaram à mulher que a prática poderia fazer mal ao animal, e a tutora decidiu não mais usar tintas para cabelo.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.