Câmara de Itapevi (SP) terá Fórum de Proteção Animal dia 28 de março

Câmara de Itapevi (SP) terá Fórum de Proteção Animal dia 28 de março
Presidente da Câmara de Itapevi, Professor Rafael (Pode) (Foto: Divulgação)

A Câmara Municipal de Itapevi, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais, organiza a realização de um Fórum Regional sobre Proteção Animal. Detalhes da ação conjunta foram discutidos, na última semana, entre o presidente do Legislativo, Professor Rafael (Pode,) e pelo secretário municipal do Meio Ambiente, Rogiério de Almeida. O objetivo é divulgar e fortalecer, junto à população, serviços que integram a rede de proteção dos animais em Itapevi e região. De acordo com o presidente, o Fórum será realizado na sede da Câmara, no dia 28 de março, e contará com a presença de diversas autoridades que trabalham com o tema.

A Prefeitura de Itapevi foi a primeira da região a contar com um órgão específico para políticas públicas sobre o tema, a Secretaria de Meio e Defesa dos animais. Desde sua implantação, em julho de 2018, 403 animais foram resgatados em Itapevi pelas equipes da prefeitura. Neste período, o órgão público realizou 235 ações de resgate de bichos que estavam condições que variavam de maus-tratos a doenças e atropelamentos. A maior parte das ações foi realizada após o recebimento de denúncias feitas pela população. Somente em janeiro deste ano, a Prefeitura já recuperou 91 animais em 53 atividades realizadas em todo o município.

As equipes também atenderam três casos de maus-tratos de animais em 2019, contra apenas um no ano passado. Além disso, a cidade possui em seu calendário a Semana de Proteção e Combate à Violência Animal. Já a Câmara aprovou, recentemente, a instalação de comedouros e bebedouros para animais locais públicos. De acordo com este último projeto, a construção dos comedouros e bebedouros públicos, bem como seu abastecimento, limpeza e manutenção não serão de responsabilidade da prefeitura, devendo ser realizada pela comunidade, instituições privadas, sociedade de proteção animal, Ongs, ou por pessoas físicas comprometidas com a causa animal, previamente selecionadas e cadastradas pelo poder público.

Por Júlio Rezende

Fonte: Webdiario

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.