Câmara de Votorantim (SP) proíbe rodeios em locais públicos

Por Carlos Araújo

Numa sessão dominada por vários requerimentos, a Câmara de Votorantim aprovou ontem, por unanimidade, o projeto de lei 086/2013 do vereador Pedro Nunes Filho (PDT), que proíbe a realização de rodeios, touradas e eventos similares em locais públicos do município.

Pedro disse que vai aguardar a sanção do projeto por parte do Executivo para depois apresentar uma emenda que estenderá a proibição de rodeios para todo o município, o que incluirá também os locais particulares. Este também é o desejo da plateia que acompanhou a votação de ontem e aplaudiu o resultado com palmas.

No seu discurso sobre o projeto, Pedro afirmou: “Votorantim tem que dar exemplo a outras cidades.” A assessoria jurídica e a Comissão de Justiça da Casa recomendaram a aprovação do projeto. O parecer jurídico diz que ele é constitucional porque atende à legalidade.

Estavam presentes na plateia ativistas da Associação Amigos dos Animais de Votorantim, da entidade Vedas e da Associação Adote Sorocaba.O principal discurso dos defensores do projeto é de que o rodeio significa maus tratos aos animais como cavalos, bezerros, bois e novilhas. O vereador João Queiroz (PT) elogiou a “sensibilidade” de Pedro em relação aos animais.

Agora, o projeto vai para a sanção do prefeito Erinaldo Alves da Silva (PSDB). Na hipótese de o Executivo vetar, caberá aos vereadores acatarem ou derrubarem o veto. Em Votorantim, ao contrário do que ocorre em Sorocaba, projetos são votados uma única vez – em Sorocaba, são duas votações. 

Fonte: Cruzeiro do Sul

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.