Câmera flagra homem esfaqueando cachorro do terminal do Boqueirão, em Curitiba, PR

Câmera flagra homem esfaqueando cachorro do terminal do Boqueirão, em Curitiba, PR
Foto: Reprodução.

Um cachorro do terminal do bairro Boqueirão, em Curitiba, foi morto com um golpe de faca na noite desta quarta-feira (30). A ação foi registrada por uma câmera de segurança, que mostrou o momento em que o animal, que era conhecido pelo nome de Simba, foi golpeado. Veja o vídeo abaixo.

Nas imagens, é possível ver que o bicho não faz nada ao agressor. Os cachorros estavam próximos ao homem e um deles late, mas nenhum o ataca diretamente.

Marcelo Sanches, funcionário do terminal e tutor dos cachorros há 8 anos, responsável por fazer a ponte com a Prefeitura de Curitiba, desabafou que Simba foi morto por crueldade.

“Um outro cachorro latiu para esse rapaz, ele voltou e deu uma facada em outro cachorro, que não tinha nada a ver. Se ele fez isso com um animal, pode fazer com uma pessoa. Um psicopata”.

– contou Marcelo Sanches, funcionário do terminal

Veja o vídeo do momento em que Simba é morto:

O crime aconteceu por volta das 20h40. Assim que foi golpeado, Simba tentou entrar numa lanchonete, mas chegou na porta e caiu.

“A facada foi certeira no coração do cachorro. Não dá para identificar o rosto dele, porque usava um capuz na cabeça, mas embarcou no Circular Sul no sentido ao Carmo”.

disse Marcelo Sanches, funcionário do terminal

Foto: Arquivo Pessoal Marcelo Sanches
Foto: Arquivo Pessoal Marcelo Sanches

Segundo o funcionário do terminal, o homem não tinha motivos para esfaquear o cachorro.

“Ele não foi atacado, o cachorro latiu para ele, ele veio com a faca e esfaqueou o cachorro. Nisso os outros cachorros foram para cima dele. Quero Justiça”.

desabafou Marcelo Sanches, funcionário do terminal

O que disse a prefeitura?

A reportagem da Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba, que informou que a Rede de Proteção Animal tomou conhecimento do caso, e acompanha as investigações, com base nas imagens, pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, da Polícia Civil.

Segundo a Prefeitura de Curitiba, o cão não era cadastrado como comunitário e havia aparecido recentemente no local. A instituição reforça, ainda, que tem uma série de ações e medidas visando a prevenção do abandono de animais e, por consequência, situações semelhantes.

Entre as ações tomadas pela Rede de Proteção estão a fiscalização, incentivo à adoção e a política municipal de castração gratuita. O abandono e os maus tratos podem ser denunciados pela população via Central 156.

Por Lucas Sarzi e Antônio Nascimento

Fonte: Banda B

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.