Caminhada em defesa dos animais reúne donos e cães na orla de Maceió

Caminhada em defesa dos animais reúne donos e cães na orla de Maceió

Centenas de pessoas cobraram mais políticas públicas para os animais. Mobilização foi organizada através das redes sociais.

Por Carolina Sanches

AL maceio marcha52

Centenas de cães e seus tutores percorreram a orla de Maceió, na tarde deste domingo (20), em uma caminhada contra maus-tratos aos animais e para cobrar mais políticas públicas em defesas dos bichanos no estado. A mobilização foi organizada por meio das redes sociais e levou o nome ‘Marcha da Defesa Animal’.

Protetores, ONGs, entidades e tutores de animais se juntaram para cobrar a implantação de leis que favorecem os animais. Com cartazes contendo frases de efeito, eles saíram pela orla e chamaram a atenção de quem passava pelo local. Dentre as reivindicações está a reativação da delegacia especializada de proteção ao animal e a criação de um hospital veterinário público.

AL maceio 12 3

A caminhada saiu da praia da Ponta Verde e seguiu até a Praça Multieventos, na Pajuçara. De acordo com uma das organizadoras, Monique Taciane, a marcha é um movimento que acontece anualmente em vários estados, mas em Alagoas é a primeira vez. “Decidimos mobilizar a sociedade para a causa dos animais porque eles não podem se defender sozinhos”, falou.

Monique disse que é preciso que existam novas leis no sentido de combater a ação de agressores. Ela também destacou a carência de locais para a castração e vacinação gratuitas. “Nossa mobilização foi através das redes sociais. Foi muito importante ver que mais de 10 mil pessoas seguiram nossa página no Facebook e muitas compareceram à caminhada”, falou.

 AL maceio 43246

Outra integrante do grupo, Andreia Santana disse que a escolha da orla para o local da caminhada foi devido ao grande número de pessoas que circulam no domingo pela região. “As pessoas precisam entender que o animal deve ser bem tratado. Que ele é indefeso e não pode ser abandonado nas rua ou ser vítima de maus-tratos”, ressaltou.

AL maceio 5653

Para a estudante Mariana Marroquim, que participava da marcha com seu cão da raça chihuahua, a mobilização é muito importante para orientar as pessoas de como devem tratar um animal. “Soube da caminhada por amigos e decidi participar porque vejo muito animal maltratado e abandonado. Isso não pode acontecer. É preciso que as pessoas sejam punidas”, disse.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.