Caminhão carregado com bois tomba, animais são sequestrados e arrastados vivos em MG; VÍDEOS

Caminhão carregado com bois tomba, animais são sequestrados e arrastados vivos em MG; VÍDEOS
Boi é amarrado e arrastado durante o furto. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Uma carga de bois foi saqueada após um acidente na BR-381, em Nova Era, na Região Central do estado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não confirma os saques, mas vídeos enviados ao G1 mostram animais amarrados, sendo arrastados por carros. Alguns ainda estavam vivos.

O acidente foi na noite de quinta-feira (10), no km 322, na pista sentido Belo Horizonte. O caminhão tombou em uma curva.

O motorista teve ferimentos leves e foi resgatado por um grupo de socorristas voluntários que atuam na rodovia.

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local do acidente por volta de 23h30, quando foi acionada, e ficou até as 3h da madrugada desta sexta-feira (11). Os policiais saíram para atender outro acidente na rodovia.

Segundo o porta-voz da Polícia Rodoviária Federal, Inspetor Aristides Junior, neste período não houve nenhum tipo de saque.
 
Vídeo: Carga de animais é furtada após acidente.

Na tarde desta sexta, a Polícia Rodoviária Federal voltou ao local do acidente para acompanhar a retirada do caminhão. Entre 13h e 16h, o trânsito estava complicado no trecho do acidente.

A PRF informou que até o início da noite desta sexta, o motorista e o dono da carga não havia procurado a polícia para fazer um boletim de ocorrência sobre o furto dos animais.

Caminhão carregado com bois tombou fora da pista. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O veículo estava carregado com 62 bois, mas a nota fiscal, não foi encontrada. Os policias não têm informações de onde a carga saiu e para onde seria levada. 

Por Júlio César Santos 

Fonte: G1


Nota do Olhar Animal: O transporte é uma das situações no sistema de produção de carne e de outros produtos de origem animal em que os animais são submetidos a intensos maus-tratos. Trata-se de um agravante em relação ao dano maior, que é o abate, que viola o interesse mais básico destes seres, que é o interesse em viver. Só há uma forma definitiva de poupar os animais de todo esse sofrimento, só há uma maneira de não ser cúmplice da crueldade e da injustiça cometida contra eles: é não consumindo estes “produtos” e, assim, deixando de financiar as atrocidades cometidas contra estes animais.

Mantivemos os termos “carga”, “saque” e outros usados na matéria, e chamamos à atenção para o modo como são tratados os animais: como meros objetos, como patrimônio.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.