Campanha arrecada ração para cães abandonados em Barra Mansa, RJ

Campanha arrecada ração para cães abandonados em Barra Mansa, RJ

São usados três sacos de ração de 15 kg por dia para mais de 100 animais. Interessados também podem adotar cachorros e gatos em feira aos sábados.

A Associação Barramansense de Proteção de Animais (APA-BM) está fazendo uma campanha para arrecadação de ração. O abrigo cuida de mais 100 cachorros, muitos retirados das ruas após serem atropelados, alguns doentes e especiais (cegos ou sem alguma pata). De acordo com a associação, são usados três sacos de ração de 15 kg por dia.

As doações podem ser feitas diretamente em agropecuárias, que entregam no abrigo, ou no bazar da APA-BM criado também para comprar ração, pagar medicamentos, veterinários e funcionários. O estabelecimento fica na Avenida Joaquim Leite, nº 541, Centro. O horário de funcionamento é de 9h às 17h. Mais informações pelo telefone (24) 99957-9459 (Cecília) e (24) 99954-9964 (Angelita).

RJ BarraMansa campanha arrecada racao caes abandonados2Adoção de animais

Os interessados em adotar cães ou gatos podem ir à feira realizada pela APA-BM. Ela funciona todos os sábados, na Avenida Argemiro de Paula Coutinho, no Centro, ao lado da Ponte Ataulfo Pinto dos Reis (Ponte dos Arcos), de 9h às 12h30. A pessoa precisa levar RG, CPF, comprovante de residência, e ser maior de idade.

Em entrevista ao G1, Cecília Amaral, presidente da APA-BM, ressaltou que “Escolher um animal de estimação é escolher ter mais um membro pra família. Eles precisam de alimentação, carinho e cuidados diários assim como o ser humano. Hoje, infelizmente a gente ainda recebe muitas denúncias de abandono e maus tratos e nem sempre conseguimos atender todo mundo, já que nosso abrigo já está lotado. Então, ao adotar um animal, é preciso ter consciência das responsabilidades de que é ter um bichinho de estimação em casa”.

RJ BarraMansa campanha arrecada racao caes abandonados3

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.