Campanha contra raiva quer vacinar 46 mil cães e gatos em Rio Branco, AC

Campanha contra raiva quer vacinar 46 mil cães e gatos em Rio Branco, AC

Vacinação vai ocorrer em todos os bairros do município, segundo diretor. Ação começa no dia 3 de agosto e segue até 31 de outubro.

Por Iryá Rodrigues

AC RioBranco raiva

Ao menos 46 mil cães e gatos devem ser vacinados contra raiva em Rio Branco. A campanha de vacinação antirrábica inicia no dia 3 de agosto e segue até o dia 31 de outubro. Segundo o diretor do departamento de Vigilância em Zoonoses, Everton Arruda, a meta é vacinar 80% dos animais da capital. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Saúde.

As equipes do departamento devem atuar em todos os bairros da capital. De segunda a sexta-feira, os 54 agentes passarão nas casas. Já aos sábados, um posto fixo será montado para que os donos levem seus animais para vacinar.

“Como na semana muitas pessoas estão trabalhando e geralmente a casa fica sem ninguém, os moradores que não tiveram como vacinar seus animais podem levá-los até o ponto fixo, que provavelmente vai ser um posto de saúde do bairro. Vamos informar onde vai ser esse ponto fixo em todo o bairro com carro de som”, afirma o diretor.

As equipes responsáveis pela vacinação dos cães e gatos são compostas por agentes de controle de zoonoses, agentes de controle de endemias e agentes comunitários de saúde, com apoio de dois médicos do Departamento de Zoonoses.

“A gente orienta que as pessoas recebam bem o agente vacinador. A raiva em caninos está controlada desde 2000 em Rio Branco. Como essa doença é letal e não tem cura é de fundamental importância que a população vacine seus bixinhos”, afirma Arruda.

Campanha na área rural

Enquanto isso, na zona rural de Rio Branco, a campanha teve início em abril deste ano. Segundo o diretor do departamento de vigilância em zoonoses, Everton Arruda, a meta era vacinar quatro mil animais entre cães e gatos, meta que foi alcançada.

“Antes mesmo de concluirmos a campanha, no dia 31 de julho, nós já conseguimos vacinar todos os quatro mil animais de ribeirinhos e na zona rural da capital”, informou Arruda.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.