Campanha de vacinação antirrábica é iniciada na zona rural de Uberlândia, MG

Campanha de vacinação antirrábica é iniciada na zona rural de Uberlândia, MG

Por Carolina Monteiro

Começou nesta segunda-feira (27) a etapa rural da 32º campanha de vacinação contra raiva animal, que espera imunizar pelo menos 11 mil cães e gatos no campo até 29 de julho. Durante a mobilização, seis equipes de agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vão visitar propriedades e assentamentos da região para realizar o procedimento gratuito.

No ano passado, foram vacinados 11.167 animais na zona rural. Segundo a coordenadora de Raiva Animal do CCZ, Lilia Vieira, todos os cães e gatos do Município devem receber uma dose de 1 ml da vacina após os três meses de vida, independentemente do porte do animal, desde que não estejam doentes ou em período de gestação e lactação.

“A meta é vacinar 80% dos cães e gatos da cidade, que hoje tem cerca de 89 mil animais. Essa estimativa é calculada a partir do percentual de 13,5% da população da cidade”, disse Lilia Vieira. Na zona urbana, a imunização vai acontecer de 6 a 13 de agosto.

Há 29 anos, Uberlândia não tem um caso de raiva em gatos e cachorros, o que não deve ser um fator de acomodação para os criadores. “A raiva é uma doença altamente letal e de fácil transmissão. A morte do animal acontece em, no máximo, sete dias após os primeiros sintomas e a vacina é a única forma de prevenção”, afirmou Lilia Vieira.

Agressividade repentina, dificuldade em ingerir alimentos e água, paralisia muscular são sintomas da contaminação pelo vírus da raiva, doença transmitida por lambidas, mordidas, arranhões e secreções de animais infectados. Ao ser ferido, é importante buscar ajuda médica na unidade de saúde de referência na cidade é a UAI do bairro Martins.

Cerca de 11 mil animais devem ser vacinados na zona rural (Foto: Divulgação)Cerca de 11 mil animais devem ser vacinados na zona rural (Foto: Divulgação)
Animais abandonados

A reportagem do CORREIO de Uberlândia acompanhou uma das seis equipes de agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) no primeiro dia da etapa rural da campanha de vacinação contra raiva animal. A dupla de assistentes de saúde pública visitou propriedades na zona oeste do município para aplicação subcutânea da medicação.

Entre as propriedades visitadas, está um haras de cavalos onde Diego Martins atua como adestrador. Ele disse que recebe muitos animais abandonados, vindos da MGC-455, rodovia que liga Uberlândia a Campo Florido. “Hoje, temos pelo menos três gatos e mais de 10 cachorros. Cuidamos deles, porque não tem outro jeito, mas pode ser um risco para os cavalos. Por isso, a vacinação é tão importante”, disse Diego Martins.

A equipe da CCZ também visitou a propriedade do farmacêutico Douglas Martins da Silveira, onde há quatro cães. “Estamos aqui há dois anos, mas sempre tivemos cachorros. Acho muito importante a prevenção, traz mais segurança para eles e para nós”, afirmou Douglas da Silveira.

Serviço

Moradores da zona rural de Uberlândia que têm animais doentes, em período de gestação ou amamentação devem procurar o Centro de Controle de Zoonoses (avenida Alexandrino Alves Vieira, 1.423, Santa Rosa) para agendamento da vacinação. O órgão orienta os proprietários a deixarem as porteiras abertas para facilitar a entrada dos agentes de vacinação. Informações: 3213-8115 e 3213-8114.

Fonte: Correio de Uberlândia

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.