Campinas (SP) abre cadastro para empresas se tornarem pontos de coleta de ração

Campinas (SP) abre cadastro para empresas se tornarem pontos de coleta de ração
Cãozinho Jorge pode ser adotado no Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (Foto: Divulgação/PMC)

Já estão abertos os cadastros para empresas de Campinas que desejarem se tornar um ponto de coleta para doações de rações e material para animais domésticos, como camas, coleiras e casinhas.

O material recolhido vai ser destinado para famílias em situação de vulnerabilidade social, ONGs de proteção animal e protetores independentes que têm dificuldade para alimentar animais. O objetivo é evitar o abandono de cães e gatos na cidade.

INSCRIÇÕES

Interessados em receber um ponto de coleta devem fazer um cadastro no Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal pelo e-mail bemestar.animal@campinas.sp.gov.br ou pessoalmente na rua das Sapucaias, s/nº, na Vila Boa Vista.

O recebimento das propostas começou nesta sexta-feira (5) e segue por tempo indeterminado. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail citado a cima. De acordo com a Administração municipal, não será cobrada nenhuma taxa para os estabelecimentos que vão receber o ponto de coleta.

COMO VAI FUNCIONAR?

O Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal vai fazer o cadastro dos locais que serão pontos de coleta e também será responsável pela logística de retirada e armazenamento.

O Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais vai ser encarregado de organizar e fazer a distribuição do material aos beneficiados. As doações podem ser feitas por pessoas físicas e jurídicas.

MAUS-TRATOS EM VINHEDO

O Departamento de Bem-Estar Animal, o Combea (Conselho do Bem-Estar Animal) e a Guarda Municipal apuram um caso de maus-tratos animal em Vinhedo.

Moradores encontraram na manhã desta quinta-feira (4) um corpo de um gatinho queimado e denunciaram ao órgão. O animal estava em um terreno na Avenida Otávio Tasca, na Vila Santana.

De acordo com o diretor do Departamento do Bem-Estar Animal, Bruno Lopes, o animal estava bem no centro da via e aparentemente estava com uma tala em uma das patas. “A tala estava muito bem-feita, o que leva a crer que ele havia sido atendido anteriormente por um veterinário. Um crime hediondo, que estamos buscando respostas”, explica.

A Guarda Municipal de Vinhedo foi chamada e está no local fazendo o boletim de ocorrência. A Polícia Civil também será comunicada para realizar as investigações.

Segundo a corporação, moradores que possuem câmeras de vigilância em suas residências ou comerciantes, podem ajudar nas investigações. Quem tiver qualquer informação sobre este crime pode denunciar anonimamente pelo telefone 153.

Fonte: ACidadeON