Canil Municipal registra aumento de casos de abandono de animais em Juiz de Fora (MG) por conta da pandemia

Canil Municipal registra aumento de casos de abandono de animais em Juiz de Fora (MG) por conta da pandemia

Apesar de o abandono de animais ser crime previsto em lei, com pena que varia de três meses a um ano de detenção, o número de cães abandonados recolhidos, diariamente, pelo Canil Municipal de Juiz de Fora, aumentou 40% no trimestre de março, abril e maio, em comparação aos meses anteriores à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a gerente do Canil do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), Mírian Neder, equinos e gatos são as espécies mais encontradas em situação debilitada, desde o início das determinações de isolamento social. No entanto, o número de cães abandonados é o que mais preocupa.

Segundo ela, ainda há muito confusão quanto às informações sobre a disseminação do novo coronavírus. Soma-se a isso, os impactos financeiros provocados pela pandemia, o que tem feito com que alguns tutores acabem largando os animais pelas ruas da cidade.

Atualmente, o Canil Municipal tem 640 cães, 54 gatos e quatro cavalos, totalizando 698 animais.

O veterinário do Canil, Fábio Valverde Barbosa, a Covid-19 só atinge o ser humano. Por isso, não há o que se preocupar no convívio com os bichinhos.

“Não existem evidências de que os pets estejam adoecendo pelo novo coronavírus e nem que sejam capazes de propagar a doença”.

Mírian explica que em março, abril e maio foram recolhidos 261 animais, sendo 211 cães, 33 gatos e 17 cavalos. Um total de 100 a mais que o normal para o trimestre.

“As pessoas precisam ter mais amor e responsabilidade com o animal que se propõem a ter. Se estamos passando por uma fase difícil, não é diferente para eles. Abandoná-los não resolverá o problema”, destacou.

O crime de abandono de animais está previsto no Artigo 32 da Lei 9.605/98. Além do que prevê a pena de detenção, se houver morte do animal, a penalidade é aumentada de um sexto a um terço.

O Canil Municipal funciona na Rua Bartolomeu dos Santos, entre os números 384 e 620, no Bairro São Damião. 

Como adotar em tempos de pandemia
 
Apesar de fechado como forma de respeito às normas de prevenção ao novo coronavírus, o Canil Municipal continua disponibilizando animais para adoção. Os interessados podem preencher um formulário on-line.

Estão disponíveis, cães, gatos e cavalos. O funcionamento do Disque-Adoção ocorre das 7h às 12h pelo telefone 3225-9933.

O adotante entra em contato e explica o tipo de animal que está procurando. A partir daí, os profissionais do canil enviam fotos e informações pelo aplicativo de mensagens WhatsApp.

E, se o animal for escolhido, um profissional do canil faz a entregue de forma segura no novo lar.

Fonte: G1 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.