Cão acorrentado está subnutrido, estressado e com musculatura debilitada em Carapicuíba, SP

Cão acorrentado está subnutrido, estressado e com musculatura debilitada em Carapicuíba, SP

Ontem, no final da tarde, investigadores da Delegacia de Crimes Ambientais, resgataram a cadelinha acorrentada em imóvel abandonado em Carapicuíba.

O animal da raça poodle sobrevivia de forma precária na rua Amélia Domingues San Martins, número 9, no Jardim Maria Beatriz. A vizinhança levava comida e água.

Após o resgate, ela foi levada à Clínica Ricardo, em Mairinque, onde passou por exames, tomou um banho e foi levada para o abrigo da clínica que tem parceria com a prefeitura.

A cadelinha estava subnutrida e devido a ficar presa em uma corrente curta, por vários meses, sua musculatura estava atrofiando. Ela também estava muito arisca com o ser humano, possivelmente, pelo trauma do abandono.

Os tutores foram intimados pela Defesa Civil a desocupar o imóvel, em dezembro, por risco de queda. Não levaram a cadelinha.

Ela ficou acorrentada em cima da laje, sem proteção suficiente contra sol, chuva e frio.

De acordo com vizinhos, os tutores aparecem a cada três dias, em média, para colocar água e ração. Já o investigador, que fez o resgate, disse que os moradores do entorno cuidavam dela.

O caso será investigado e os culpados punidos. Abandono e maus-tratos a animais é crime.

Fonte: Web Diário

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.