Sutura foi feita no local onde facada atingiu o animal que não corre mais risco de vida — Foto: Arquivo Pessoal

Cão agredido com espada não interage com humanos: ‘Está com muito medo’

O cachorro da raça pit bull que foi agredido com uma espada em Praia Grande, no litoral de São Paulo, já não corre mais risco de vida. Em conversa com o G1 nesta quinta-feira (15), a dona do animal disse que ele permanece internado e parece estar muito assustado depois da agressão.

A agressão ocorreu na segunda-feira (12), no bairro Vila Caiçara. Daniela Soares da Rocha Costa, tutora do pit bull, disse que o cachorro conseguiu escapar de casa sem que ela percebesse e, horas depois, vizinhos a procuraram para dizer que o animal havia sido atacado. “Quando sai, a minha calçada estava cheia de sangue e o Bruce estava com a cabeça e pata abertas”, explicou.

Moradores do bairro informaram que o pit bull teria ido para a rua de trás e brigado com um cachorro de pequeno porte. O tutor do cão menor teria acertado Bruce com uma espada na cabeça para apartar os animais, segundo testemunhas. O corte alcançou o crânio e cortou o osso do animal.

Cachorro ficou gravemente ferido na cabeça após ser agredido com uma espada em Praia Grande, SP — Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau
Cachorro ficou gravemente ferido na cabeça após ser agredido com uma espada em Praia Grande, SP — Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Bruce foi levado para uma clínica veterinária correndo risco de morte por ter perdido muito sangue mas, três dias após o início do tratamento e de passar por procedimento cirúrgico, o cachorro já está fora de risco.

“A veterinária responsável pelos cuidados com o Bruce disse que ele já não corre mais risco de morte. Fizeram sutura no machucado dele e já está cicatrizando. Ele continua internado pois ainda não se alimenta muito bem e é preciso que ele esteja estável para ser liberado e continuar o tratamento em casa”, contou a tutora.

Sobre a possibilidade de Bruce precisar remover um olho, Daniela explica que isso só será definido com o passar dos dias. “Está bem vermelho, ele já perdeu a visão mas o olho se move. Ele já está recebendo antibióticos e anti-inflamatórios, em casa vai continuar sendo medicado, então temos que esperar o efeito dos remédios e como o organismo dele irá reagir.”

A dona conta que, após a agressão, Bruce está com muito medo das pessoas. “Todos que chegam perto dele ele tenta esconder a cabeça”, finaliza.

Bruce segue internado em uma clínica veterinária em Praia Grande (SP) — Foto: Arquivo Pessoal
Bruce segue internado em uma clínica veterinária em Praia Grande (SP) — Foto: Arquivo Pessoal
Investigação

No dia da agressão, a Polícia Militar foi acionada e foi até o local. A justificativa do suspeito de ter agredido Bruce teria sido que o cachorro mordeu uma idosa, mas nenhuma vítima foi identificada. Além disso, Daniela relatou que o cachorro de pequeno porte estava levemente ferido.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil agora investiga o ocorrido. Daniela conta que tentou contato com o tutor do outro cachorro envolvido, mas ele não atendeu.

Pit bull está internado após escapar de casa e ser brutalmente agredido com uma espada em São Vicente, SP — Foto: Arquivo pessoal
Pit bull está internado após escapar de casa e ser brutalmente agredido com uma espada em São Vicente, SP — Foto: Arquivo pessoal

Fonte: G1

Pit bull é brutalmente agredido com espada em SP: ‘Lutando para viver’

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.