Cão é encontrado com corpo coberto de óleo diesel em Taguatinga, DF

Cão é encontrado com corpo coberto de óleo diesel em Taguatinga, DF

Foto do animal circulou pelas redes sociais e veterinária resgatou o cachorro.

DF taguatinga 7avy7kiy09 1u8dx6hh5d file

Fotos de um cachorro coberto de óleo diesel, encontrado em Taguatinga, no Distrito Federal circulou pelas redes sociais esta semana e chamou a atenção de uma moradora do Plano Piloto, que resgatou o animal. O cão, batizado de Chiquinho, provavelmente teve o produto passado no corpo para matar parasitas, prática utilizada por alguns criadores.

A veterinária Isabela Abritta se comoveu com a situação do bicho e foi até o local onde ele estava abandonado para resgatá-lo. Hoje, ele passa por tratamento em uma clínica veterinária e o gasto chega a R$ 200 por dia.

— Ele estava com pelo embolado e coberto de óleo, estava em um terreno baldio dentro de uma caixinha, no sol, estava até ofegante e entupido de carrapato.

Chiquinho chegou ao veterinário fraco, com de doenças infeciosas e não consegue andar, consequência de um atropelamento ou maus-tratos. O veterinário Daniel Salgueiro, que cuida do animal, diz que não se deve utilizar óleo queimado para eliminar parasitas do corpo de animais.

— Não se deve fazer de forma nenhuma, temos produtos próprios pra isso, inclusive de baixo custo, que é o que deve ser feito.

A Diretora da Associação Protetora dos Animais do DF, Valéria Sokal, diz que algumas pessoas chegam a jogar óleo quente em animais para expulsá-los de algum lugar. Ela alerta que isso, além de violência, é crime.

— Responde a processo, tem que contratar advogado, se condenado perde a condição de réu primário. A melhor coisa é respeitar os animais e tratá-los bem.

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.