Cão é resgatado de local insalubre e tutor é preso por maus-tratos em Juiz de Fora, MG

Cão é resgatado de local insalubre e tutor é preso por maus-tratos em Juiz de Fora, MG
O animal apresentou sarna por todo o corpo — Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente/Divulgação

A Polícia Militar do Meio Ambiente (PMMA) de Juiz de Fora resgatou, na segunda-feira (13), um cachorro em situação de maus-tratos no Bairro São Judas Tadeu.

O animal apresentava péssima condição de saúde e estava em um local insalubre. Um homem de 42 anos, responsável pelo cão, foi preso.

Os policiais foram até a casa do suspeito, na Rua Reinaldo Gomes de Almeida, após denunciantes alegarem que um cachorro vivia em condições de maus-tratos no local.

A polícia encontrou o animal em um terreno sujo com objetos e restos de comida, além de um forte mau cheiro. O cão tinha sarna por todo o corpo, carrapatos, pulgas e secreções nos olhos e nos órgãos genitais.

A PMMA divulgou, ainda, que o pote de água do cachorro estava verde e com lodo. Já o pote de comida não continha ração.

Pote de água oferecido ao cachorro — Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente/Divugação
Pote de água oferecido ao cachorro — Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente/Divugação

O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para fazer o resgate do animal, que estava em um local de difícil acesso.

O Canil Municipal de Juiz de Fora também foi chamado e, inicialmente, abrigaria o cachorro. No entanto, segundo a PMMA, um lar temporário foi encontrado para ele, após passar pelos exames veterinários.

O tutor do animal, um homem de 42 anos, foi preso e levado à delegacia.

Ambiente insalubre onde vivia o animal — Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente/Divulgação
Ambiente insalubre onde vivia o animal — Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente/Divulgação

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.