Cão espancado e esfaqueado pelo próprio tutor se recupera em Sooretama, ES

Cão espancado e esfaqueado pelo próprio tutor se recupera em Sooretama, ES

Vira-lata Thor agora procura um novo lar, na região Norte do estado. Ex-tutor do animal foi ouvido pela polícia, mas liberado em seguida.

Por Natália Bourguignon

Em apenas cinco anos de vida, o vira-lata Thor, já passou por muito sofrimento. Espancado, arrastado pela rua e esfaqueado pelo próprio tutor, o cachorro chegou perto da morte. Mas graças a ajuda de duas protetoras de Sooretama, na região Norte do Espírito Santo, ele sobreviveu e agora procura um novo lar.

O caso aconteceu na noite da sexta-feira, 17 de junho. Segundo a agente de saúde Carla Rui, ela recebeu a ligação de uma colega avisando que um animal estava com as patas quebradas, sangrando e que havia sido esfaqueado pelo próprio tutor.

“Quando me mandaram a foto eu fiquei desesperada. Liguei para a Franciele, que tinha carro, e fomos até Linhares atrás de um petshop aberto”, lembra.

O animal chegou na clínica veterinária em coma e as duas protetoras foram avisadas que Thor sobrevivesse àquela noite, eles poderiam começar o tratamento. No dia seguinte, ele ainda estava vivo e com o tempo e os cuidados da Carla e Franciele, o Thor se recuperou bem.

ES Sooretama cao espancado esfaqueado2

“É um cachorro muito dócil, que morou numa casa com um tutor cruel”, explica Carla. O cão teve alta da clínica veterinária nesta sexta-feira (24) e foi para um lar temporário enquanto não encontra uma nova família.

“Ele é um guerreiro, mas infelizmente a pancada na cabeça fez ele perder a visão do olho esquerdo”, conta.

O antigo tutor de Thor, um dono de bar, chegou a ser conduzido pela polícia à delegacia sob a acusação de maus-tratos cotra animais, mas ele foi ouvido e liberado.

Quem tiver interesse em cuidar e fornecer um lar para o Thor pode entrar em contato com a Carla no número (27) 99955-5250.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.