Cão morre por traumatismo craniano e tutora acusa vizinho pela agressão

Cão morre por traumatismo craniano e tutora acusa vizinho pela agressão

Polícia investiga a acusação em Bauru (SP). Médico-veterinário constatou morte por agressão.

SP bauru cachorra 2

SP bauru cachorraUma cachorra da raça cocker morreu na noite de segunda-feira (12), no Bairro São José do Ipiranga, em Bauru (SP). A tutora do cachorro registrou um boletim de ocorrência de abuso contra animais. De acordo com o B.O., a mulher diz que um menino de 10 anos teria visto a cachorra dela – chamada ‘Belinha’ – e a do vizinho brigarem na rua e que ela teria seguido a outra cadela para dentro da casa do vizinho. A tutora ainda relata no boletim de ocorrência que seu vizinho teria cometido a agressão.

Segundo informou o delegado Elizeu de Freitas Costa, o vizinho já tinha feito um outro boletim de ocorrência contra a mulher por ameaças. “Ele disse que estava sendo ameaçado pela vizinha porque seus cachorros viviam brigando.”, disse ao G1.

De acordo com o delegado, as duas partes serão ouvidas. Se for comprovada a agressão pelo vizinho, ele deve responder por crueldade contra animais. A pena é de prestação de serviços à comunidade.

O veterinário Tales Alfini da Silva, que recebeu a cachorra, disse que o animal já teria chegado morto na clínica. “Ela chegou morta e eu pedi para ver o que tinha acontecido. Ela morreu por agressão. Teve traumatismo craniano e hemorragia cerebral causada por agressão”, afirma o veterinário.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.