Cãozinho perdido não sai do lado do amigo atropelado até ser resgatado em Várzea Grande, MT

Cãozinho perdido não sai do lado do amigo atropelado até ser resgatado em Várzea Grande, MT

Por Isabela Mercuri

MT VarzeaGrande voluntaria resgata cachorros atropelamento procura dono animais3Dois cachorros foram encontrados após o atropelamento de um deles na ‘curva da morte’, em Várzea Grande, pela empresária Ananeri Cabral Cassol, que também atua como voluntária em defesa dos animais. “Eu estava passando pela curva da morte, próximo a Mil Peças em Várzea Grande, quando vi os dois cachorros. Eles pareciam perdidos mesmo, assustados. Foram acuados por outros animais, atravessaram a rua e o menor foi atropelado”, conta. “Logo depois, o cachorro maior, que parece um labrador, ficou desesperado, puxou o menor para a calçada e ficou cuidando dele”, conta.

Ela conta que o incidente aconteceu na última terça-feira (20), e desde então procura pelos donos dos animais, já que ambos estão de coleira e bem cuidados.

Ananeri resgatou o animal atropelado, e conta que o cachorro maior pulou dentro do carro para ficar junto do outro. “Eu levei o pequeno ao veterinário, ele está internado lá, parece que teve uma lesão no maxilar”, explica. Agora, ela está com o animal maior em casa, e procura o dono dos cachorros.

“Os dois estão de coleira marrom, tem o pelo bem cuidado, então com certeza o dono deve estar procurando. O maior é de porte grande, parece mistura de labrador com Pitbull, e o menor tem porte pequeno e é sem raça definida”, afirma. Quem tiver qualquer notícia sobre o dono dos cachorros pode entrar em contato com a voluntária pelos telefones (65) 8404-6488 ou ainda 9286-0151. Ananeri ainda afirma que, se não encontrar os donos, precisa de um lar temporário que aceite os dois, pois não vai separá-los.

MT VarzeaGrande voluntaria resgata cachorros atropelamento procura dono animais2

 MT VarzeaGrande voluntaria resgata cachorros atropelamento procura dono animais4

 Fonte: Olhar Direto

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.