Capivaras que vivem em condomínio de Sorocaba (SP) correm o risco de irem para o abate em Goiás; PETIÇÃO

Capivaras que vivem em condomínio de Sorocaba (SP) correm o risco de irem para o abate em Goiás; PETIÇÃO
Fotos de Mariana Mara Moraes

Aproximadamente 70 capivaras, que vivem em um condomínio particular de Sorocaba (SP), estão correndo o risco de serem levadas para o estado de Goiás, mais precisamente para um criador comercial, ou seja, destinadas para o abate. A empresa contratada pelo condomínio para fazer a remoção e manejo dos animais apresentou esta única opção de destinação para as capivaras, alegando que serão abatidos “somente” seus filhotes.

No ano de 2006, o Ministério Público fez um TAC entre a Prefeitura de Sorocaba e o condomínio, determinando a retirada de todas as capivaras. Porém, passados 14 anos foi constatado o descumprimento do TAC a qual foi executada resultando em uma ordem judicial para a remoção de todas as capivaras, as quais deveriam ser encaminhadas para um criador conservacionista, ou seja, não comercial.

Ativistas de Sorocaba estão pedindo que as Capivaras sejam translocadas para parques públicos das cidades a fim de que estes animais tenham suas vidas preservadas e respeitadas.

Infelizmente, a Prefeitura não aceitou receber os animais em parques da cidade, mesmo sendo eles soronegativados para a bactéria da febre maculosa.

O pedido dos ativistas e ONGs é que as autoridades ligadas ao caso – Ministério Público do Meio Ambiente e Prefeitura de Sorocaba – não aceitem a translocação para o estado de Goiás desses animais e que haja empenho da Prefeitura de Sorocaba em buscar um lugar adequado para que as capivaras tenham uma vida digna.

ASSINE A PETIÇÃO CLICANDO AQUI!

Fotos de Mariana Mara Moraes
Fotos de Mariana Mara Moraes

Por Ana Paula Pinhatari

Fonte: ONG GAMAH

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.