Carcarás são resgatados após terem asas cortadas por cerol

Carcarás são resgatados após terem asas cortadas por cerol
Foto: CIPOMA/Divulgação

A Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (CIPOMA) completou um ano de cuidados com três Carcarás, aves que hoje estão impossibilitadas de alçar voo devido a cortes em suas asas causadas pelo uso indevido do cerol. As aves vieram da Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) e moram em um viveiro construído pelo próprio efetivo, na sede da unidade.

“Cuidar deles acaba virando uma rotina, o dia a dia é alimentar, cuidar e verificar o estado dos animais, a gente acaba se apegando a eles e eles a nós”, afirmou o sargento Paulo César, que atua há 18 anos na CIPOMA.

A Companhia reforça o cuidado e consciência ambiental que todos,  enquanto sociedade devemos ter em defesa do meio ambiente.  “Esses animais que estão em nossa companhia, são animais já mutilados, eles não conseguem, de forma alguma, retornar para a natureza, então esse trabalho que estamos fazendo é para mostrar a sociedade que nós podemos recuperar e dar a esses animais um tratamento mais saudável e uma melhor qualidade de vida”, finalizou o comandante da CIPOMA, Fernando Coelho.  

Fonte: Diário de Pernambuco

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.