Carroças são banidas de grandes avenidas de Belo Horizonte (MG)

Carroças são banidas de grandes avenidas de Belo Horizonte (MG)
Prefeito sugeriu trocar os animais por motocicletas (Foto: Eugênio Moraes/Hoje em Dia/Arquivo)

A presença de carroceiros em grandes avenidas de Belo Horizonte está proibida a partir desta quarta-feira (30). Em portaria publicada no Diário Oficial do Município (DOM), a prefeitura determina que “os Veículos de Tração Animal (VTA) não poderão circular nas vias públicas de ligação regional e nas vias arteriais”.

Isto significa que as carroças estão impedidas de rodar em vias que conectam ao Centro e faz ligação entre as noves regiões da capital. Na lista entram as avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos, Amazonas, Afonso Pena, Contorno, Getúlio Vargas e outras.

Além disso, a PBH também impôs horários específicos para a presença dos carroceiros nas demais ruas, alamedas e avenidas. De segunda a sexta, os profissionais não podem rodar entre 9h01 e 10h59, entre 15h01 e 16h59, e depois das 20h. Aos sábados a restrição é das 9h01 e 10h59 e depois das 15h. Aos domingos os animais que transportam cargas estão totalmente proibidos na cidade.

A portaria também tornou mais rígida o credenciamento dos profissionais. A partir de agora, além de documentação necessária para o registro, os carroceiros vão ter apresentar laudo psicológico comprovando que estão aptos para desenvolver o serviço. Equipamentos de segurança e para evitar maus-tratos aos animais também serão fiscalizados. Confira aqui todas as normas.

O carroceiro que for flagrado desrespeitando as regras podem ser multados em até R$ 200.


Nota do Olhar Animal: Que a medida evolua para a proibição total do uso de animais para tração. Que o trabalho seja feito por meios substitutivos e/ou que os carroceiros sejam capacitados para outras atividades profissionais.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.