Animal que perdeu os olhos foi adotado.

Casal adota gatos que ficaram sem os olhos após cirurgia: ‘amor incondicional’

Há dois anos Gisele Sousa e seu companheiro decidiram abrir a casa e o coração para duas gatinhas. Em uma ninhada de sete felinos, Titi e a Mel nasceram com problemas de visão e tiveram que passar por cirurgia para a retirada dos olhos. A história comoveu tanto o casal que eles decidiram adotar os animais. Além disso, eles deram espaço na casa para outros felinos.

Vídeo: Dia Mundial do Gato: pelo menos 6 mil felinos habitam na capital.

“A mãe pariu no meu trabalho, pariu sete gatinhos. Três da ninhada tinham probleminha nos olhos. A gente levou no veterinário, passou remédio, colírio. Quando ela falou sobre tirar os olhinhos, aí a gente ficou com muita dó. A gente falou que os que ficaram ceguinhos a gente ia ficar”, comentou a maquiadora Gisele.

Amor e carinho é o que não falta para dar aos novos membros da casa. O casal é amante de gatos e faz o resgate de bichinhos na rua. Eles pretendem dar a oportunidade para outras famílias adotarem os felinos que foram resgatados. “É um amor incondicional, eles são muito carinhosos”, comentou a maquiadora.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, um levantamento mostrou que em 2017 mais de 64 mil gatos viviam no Tocantins. Do total, seis mil estavam em Palmas. O número pode ser muito maior, já que a quantidade representa somente os animais registrados na campanha antirrábica.

Raíssa Dias por exemplo, tem dois gatos e a avó dela tem mais seis. A paixão pelos felinos é tão grande que a avó ainda cuida de mais quatro bichos que vivem na rua. A família inteira tem um histórico com animais. Pela casa são espalhados arranhadores, rações e água fresca a vontade.

“Gato é um bicho de amor. Ao contrário do que as pessoas falam, gato gosta de carinho, gosta do dono. Ele é um ser independente? É! Mas ele também tem sua forma de carinho, ele também tem sua forma de amar”, comentou Raíssa.

Gatinhas cegas ganham espaço em novo lar. — Fotos: Reprodução/TV Anhanguera

Fonte: G1 (TV Anhanguera)