Casal é preso em caso grave de maus-tratos a animal; a mulher alega que a cachorra era de rua

Casal é preso em caso grave de maus-tratos a animal; a mulher alega que a cachorra era de rua
Dois residentes de Cape Coral, nos EUA, foram acusados de múltiplos delitos de maus-tratos a animal em um caso que envolveu Khaleesi, uma cadela maltratada, falsamente reportada como de rua em Lehigh Acres, e dois outros cães desnutridos que depois foram encontrados na casa.

Um casal está enfrentando múltiplas acusações de maus-tratos a animal em um caso que envolveu uma cadela severamente maltratada que foi falsamente reportada como cão de rua em Lehigh Acres, na Flórida, EUA.

Os policiais também encontraram mais dois cães maltratados na casa do casal em Cape Coral. Charles Edward Koons, 26, e Ashley Ellen Howard, 27, enfrentam três acusações agravadas de crueldade animal e irão depor no dia 4 de outubro.

Khalessi, uma cachorra levada ao abrigo de Lee County no começo de agosto, estava com desnutrição severa e, a princípio, imaginavam que seria uma cachorra idosa. Mais tarde determinou-se que o animal tinha somente um ano de idade.

A Mutty Paws Rescue, uma organização sem fins lucrativos de resgate animal em Palm Springs que cuidou de Khalessi, disse que a cachorra não conseguia andar e caía constantemente.

Quando ela chegou ao abrigo, não chegava a pesar nem nove quilos; um cão da raça leopardo da Catahoula normalmente deveria pesar entre 22 e 30 quilos.

Um relatório da polícia de Lee County disse que a tutora original reconheceu o animal no dia 15 de agosto no website do Mutty Paws Rescue por uma marca no seu corpo e notificou o resgate que a cachorra era dela.

Dois residentes de Cape Coral, nos EUA, foram acusados de múltiplos delitos de maus-tratos a animal em um caso que envolveu Khaleesi, uma cadela maltratada, falsamente reportada como de rua em Lehigh Acres, e dois outros cães desnutridos que depois foram encontrados na casa.
Dois residentes de Cape Coral, nos EUA, foram acusados de múltiplos delitos de maus-tratos a animal em um caso que envolveu Khaleesi, uma cadela maltratada, falsamente reportada como de rua em Lehigh Acres, e dois outros cães desnutridos que depois foram encontrados na casa.

A tutora disse que Khaleesi originalmente era chamada de Willow e que ela tinha vendido a cachorra porque não tinha o tempo necessário para cuidar dela.

Ela disse aos investigadores que vendeu Willow para Howard por USD 500 no dia 21 de março, depois que a mulher de Cape Coral e uma garota que ela disse ser sua filha foram até sua casa e brincaram com a cachorra por cerca de meia hora.

Pela descrição da tutora original, os investigadores identificaram Howard como a compradora de março e a pessoa que levou a cachorra até o abrigo em Lee County.

O relatório da polícia disse que, quando questionada, Howard forneceu uma “história fabricada” sobre ter encontrado a cachorra na rua em uma rodovia antes de levá-la ao abrigo.

Após mais investigações e uma busca pela casa de Howard em Cape Coral, a polícia encontrou mais dois cães em péssimas condições. O relatório diz que “era aparente que sem cuidados eles não sobreviveriam por muito mais tempo”.

Koons, registrado como namorado de Howard no relatório policial, estava na casa dela durante a busca. O relatório diz que Koons também recebeu acusações porque ele sabia das condições onde os cães viviam e não fez nada para ajudá-los.

Os cães estão sob tratamento na Mutty Paws Rescue.

Por Michael Braun / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: News Press

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.