Município dá início à 3ª fase do Programa de Castração, com microchipagem de felinos e caninos em Cascavel, PR

Cascavel (PR) dá início à 3ª fase do Programa de Castração, com microchipagem de felinos e caninos

O Município de Cascavel iniciou hoje (7), por meio da Secretaria de Meio Ambiente, a terceira fase do Programa de Castração de Felinos e Caninos, que foi implantado em 2017 com objetivo de financiar uma política pública de controle de animais de rua. Nesta etapa, além da castração, os animais serão também microchipados, visando atender à Resolução nº 1, de 4 de janeiro de 2019, do Conselho de Medicina Veterinária Federal do Paraná, a qual normatiza os procedimentos de contracepção de cães e de gatos em mutirões ou programas de esterilização cirúrgica no Estado.

O chip, do tamanho de um grão de arroz, traz informações importantes como nome do tutor, dados gerais do animal e data da castração. O número vai para um banco de dados universal e pode ser acessado facilmente na nuca do animal, onde é implantado por meio de uma seringa, sob a pele. Em caso de fuga, é fácil localizar o proprietário; quando o animal é de rua, o chip facilita saber se ele já foi castrado, evitando nova sedação e gastos desnecessários, conforme detalha a médica veterinária da Secretaria de Meio Ambiente, Ana Maria Formighieri, responsável pelo Setor de Bem-Estar Animal.

A primeira castração com implantação de microchipagem foi realizada hoje na cadela Filó. O procedimento foi realizado pelo médico veterinário Márcio Dalmina, na Clínica Santa Clara, credenciada no último chamamento público formalizado no mês de julho. São cinco clínicas atuando, que juntas realizarão 2.050 atendimentos, no valor total de R$ 450 mil. A partir desse animal, os demais receberão o mesmo atendimento, ou seja, castração e chipagem obrigatória.

Desde o início do programa já foram castrados 4.030 cães e gatos em Cascavel. Ao todo, com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente, o Município aplicará R$ 1.350.000,00 no Programa até o fim deste ano.

Além deste projeto, está em andamento a aquisição de um castramóvel para o Município, por meio do qual será possível ampliar o serviço, que também prevê a castração e a microchipagem obrigatória.

Por Maycon Corazza

O texto é da assessoria de imprensa da prefeitura.

Fonte: CGN

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.