Castramóvel atende cerca de 250 animais no bairro do Caju, em Maricá, RJ

Castramóvel atende cerca de 250 animais no bairro do Caju, em Maricá, RJ
Os cães e gatos ficam menos suscetíveis a várias doenças . Foto: Divulgação

A  Prefeitura de Maricá, através da Coordenadoria de Proteção Animal, realizou a castração de cerca de 250 animais, entre cães e gatos, neste sábado, 19/12.  É a terceira ação do castramóvel no município, que atendeu animais previamente agendados.

Com uma equipe composta por cerca de 15 profissionais, entre cirurgiões e auxiliares, os animais foram submetidos à castração no Posto Municipal de Defesa Agropecuária, que fica na Rua Luiz Fernando dos Santos Caetano, no bairro do Caju. Os responsáveis precisaram levar uma guia para a castração, expedida no ato da triagem na Coordenadoria.

De acordo com a Coordenadoria, todos os animais passaram por uma triagem antes do agendamento ser efetivado, os cães fizeram exame de sangue e os gatos passaram por exame clínico. Os animais com somente um testículo (machos) e fêmeas gestantes ou lactantes não podem passar pelo procedimento. Além disso, os cães e gatos precisam estar saudáveis e livres de parasitas.

A veterinária Ludmila Taveira, da Coordenadoria de Proteção Animal, explicou sobre a importância da castração na saúde dos animais.

“A castração é um ato de amor, você evita muitas doenças futuras. Nas fêmeas se evita a infecção no útero, evita câncer de mama, nos machos evita câncer de próstata, evita superpopulação de animais e também evita que aconteça o descontrole da natalidade, com animais nas ruas. Os cães e gatos ficam menos suscetíveis a várias doenças – e a gente consegue controlar o problema de zoonoses”, concluiu.

Fonte: O São Gonçalo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.