Castramóvel já realizou 420 cirurgias em animais desde março deste ano em Salvador, BA

Em apenas um mês, o Castramóvel – serviço itinerante e gratuito de castração de cães e gatos, promovido através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) – já realizou 420 cirurgias no período de 26 de março até essa segunda-feira (28/04).

O atendimento está sendo feito no bairro do Nordeste de Amaralina, primeira localidade beneficiada, às segundas e terça-feiras para agendamento e triagem e às quartas e quintas-feiras para cirurgia, sempre das 8h às 12h.

De acordo com a médica veterinária e chefe do Setor de Informações do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Ana Galvão, para ter acesso ao serviço é necessário que o tutor leve o animal até o Castramóvel e apresente a original e cópia dos seguintes documentos: carteira de identidade, CPF, cartão de vacinação do animal e comprovante de residência.

No local, é feita a avaliação nutricional do cão ou gato para verificar se há condições para a castração. “É necessário que o animal tenha um peso mínimo para passar pela cirurgia e, no caso das fêmeas, não podem estar grávidas”, salientou Ana.

Em caso de aprovação na triagem, o tutor preenche o guia e agenda a castração, a ser feita na mesma semana. Após a cirurgia, o animal fica em observação por algumas horas e no mesmo dia, caso não tenha qualquer complicação, é liberado para prosseguir com a recuperação em casa. O Castramóvel tem capacidade para fazer até 30 cirurgias por dia, sempre com o animal em jejum.

Ana Galvão explica ainda que o Castramóvel deve ser instalado em bairros mais distantes dos postos de castração existentes, localizados na sede do CCZ, no Trobogy, e na clínica conveniada Vida Animal, em Amaralina.

“A intenção é facilitar o acesso da população, principalmente a mais carente, ao serviço. Um outro fator determinante também é o número de solicitações, repassadas pelos Distritos Sanitários”, aponta a médica veterinária.

Agendamento

Além do Castramóvel, o serviço de castração de cães e gatos pode ser feito em um dos postos fixos, localizados no Trobogy ou na Pituba.

Para isso, o interessado deve ligar para o Sistema + Vida através dos números 160 ou 156, a fim de agendar atendimento e posterior encaminhamento a um dos postos fixos. Todo o processo é semelhante ao adotado no Castramóvel.

Para estar apto, o animal deve ter entre 8 meses e 5 anos de idade, peso acima de 1kg e apresentar boa condição de saúde. Além disso, é imprescindível a apresentação do cartão de vacinação antirrábica. Em caso de esterilização de fêmeas, a mesma não pode estar em período gestacional.

O documento é válido por um mês, e o agendamento do procedimento deve ser feito em até 48 horas. Cada tutor pode solicitar até três guias de castração por mês.

Fonte: Tribuna da Bahia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.