Massacre das baleias na Noruega, ‘país mais feliz do mundo’, a matança prossegue

Está nas manchetes dos jornais: A Noruega é o “país mais feliz do mundo”. As razões desse primado são fáceis de detectar. O país da Escandinávia é belíssimo, possui uma das geografias mais fascinantes de todo o planeta. É muito rico, graças sobretudo ao petróleo farto. É civilizado, seguro, culto, destituído de misérias e desigualdades sociais importantes. O paraíso e mais alguma coisa.

LEIA MAIS Massacre das baleias na Noruega, ‘país mais feliz do mundo’, a matança prossegue
Este cão abandonado ferido quase desistiu de viver – mas pessoas bondosas o inspiraram a continuar lutando

Este cão abandonado ferido quase desistiu de viver, mas pessoas bondosas o inspiraram a continuar lutando

Algumas vezes, tudo o que se precisa é de uma pessoa para fazer uma diferença enorme na vida de um animal. Nós já vimos exemplos incríveis, como a mulher que criou um abrigo para mais de 100 cães, o homem que leva 3.000 galões de água para animais atingidos pela seca no Quênia todos os dias – e agora temos outra história inspiradora de um resgate para compartilhar com você.

LEIA MAIS Este cão abandonado ferido quase desistiu de viver, mas pessoas bondosas o inspiraram a continuar lutando
Exija que a Vietnã Airlines pare de transportar primatas para os laboratórios horríveis da Rússia; Petição

Exija que a Vietnã Airlines pare de transportar primatas para os laboratórios horríveis da Rússia; Petição

A cada ano, cem mil macacos são capturados em seu habitat e arrancados de suas famílias para ser usados em experiências. São mantidos em pequenas jaulas em laboratórios, privados de estímulos físicos e mentais apropriados, sem absolutamente nenhuma companhia.

LEIA MAIS Exija que a Vietnã Airlines pare de transportar primatas para os laboratórios horríveis da Rússia; Petição
Ativistas exigem proibir “selvageria” das rinhas de galos nas Ilhas Canárias

Ativistas exigem proibir “selvageria” das rinhas de galos nas Ilhas Canárias

Com a sensibilidade animalista à flor da pele, especialmente depois da recente desarticulação de uma rede que organizava briga de cães em Tenerife, as protetoras se jogaram agora na campanha para conseguir de uma vez a proibição das rinhas de galos nas Ilhas Canárias, na Espanha. O objetivo: derrubar a lei contraditória que permite esses espetáculos “cruéis” e “selvagens”, como são definidos pelos animalistas.

LEIA MAIS Ativistas exigem proibir “selvageria” das rinhas de galos nas Ilhas Canárias