Foto: Tulio Santos/EM/DA Press

Pelo segundo ano consecutivo, realização de vaquejada é suspensa pela Justiça

A 48ª Vaquejada de Governador Valadares está impedida, pelo segundo ano consecutivo, de acontecer. Após ser autorizada pela 1ª Vara Cível da comarca da cidade do Vale do Rio Doce, foi a vez do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) bater o martelo e conceder efeito suspensivo ao evento. A multa estabelecida no dia 12 de junho pelo desembargador Renato Dresch, caso a decisão não seja respeitada, é de R$ 30 mil ao dia. Evento teria início nessa quinta-feira.

LEIA MAIS Pelo segundo ano consecutivo, realização de vaquejada é suspensa pela Justiça
Audiência deverá debater atividades esportivas que envolvem manejo de animais, como os rodeios. (Foto: Érico Andrade/G1)

Suspeita de maus-tratos a animais em rodeios e provas esportivas deve ser debatida em audiência em MT

Uma audiência pública que será realizada no dia 28 deste mês, em Cuiabá, deverá debater com entidades e lideranças de movimentos sociais sobre os possíveis maus-tratos causados a animais durante atividades esportivas que envolvem o manejo deles. A audiência deverá ocorrer na sede da Procuradoria Geral de Justiça.

LEIA MAIS Suspeita de maus-tratos a animais em rodeios e provas esportivas deve ser debatida em audiência em MT
Advogada-geral da União, Grace Mendonça assina parecer a favor da vaquejada em ADI que tramita no Supremo.

Estagnação civilizacional: Grace Mendonça pede que STF rejeite ação de Janot contra a vaquejada

Grace Mendonça, advogada-geral da União, enviou um parecer ao Supremo Tribunal Federal para que seja rejeitada a ação ajuizada pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra a vaquejada. Em abril de 2018, a Advocacia-Geral da União já havia opinado a favor da prática em um pedido de manifestação à Presidência da República sobre o assunto.

LEIA MAIS Estagnação civilizacional: Grace Mendonça pede que STF rejeite ação de Janot contra a vaquejada
No ano passado, o evento já tinha sido proibido. / Reprodução

Justiça proíbe novamente vaquejada em Governador Valadares, MG

A 48º Vaquejada de Governador Valadares não será realizada nos dias 14 a 17 junho deste ano, no parque de exposições da cidade, localizada no Rio Doce, por causa de uma liminar do Ministério Público de Minas. De acordo com a decisão do desembargador Dárcio Lopardi Mendes, a multa será de R$30 mil, por dia, caso a setença não seja cumprida. “Não se pode admitir que os animais sejam submetidos a maus-tratos apenas por diversão”, afirma o desembargador.

LEIA MAIS Justiça proíbe novamente vaquejada em Governador Valadares, MG
PGR defende inconstitucionalidade de norma que permite a prática de vaquejada

Justiça: PGR defende inconstitucionalidade de norma que permite a prática de vaquejada

“Não é possível extrair da Constituição autorização para impor sofrimento intenso e para mutilar animais, com fundamento no exercício de direitos culturais e esportivos”, afirma a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em parecer encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (3).

LEIA MAIS Justiça: PGR defende inconstitucionalidade de norma que permite a prática de vaquejada
Ativistas de ONGs de proteção animal participaram da sessão e levaram cartazes contra a realização de rodeios em Botucatu (Foto: Reprodução/TV TEM)

Vitória! Câmara de Botucatu (SP) rejeita projeto de lei com emendas que permitiam volta dos rodeios na cidade

Câmara de Botucatu (SP) rejeitou, nesta quarta-feira (2), o projeto de lei sobre bem-estar animal que trazia emendas que permitiriam a volta dos rodeios na cidade. A votação do projeto, de autoria do prefeito Mário Pardini, terminou com seis votos contrários e quatro à favor.

LEIA MAIS Vitória! Câmara de Botucatu (SP) rejeita projeto de lei com emendas que permitiam volta dos rodeios na cidade