Cavalo abandonado traz pedido de socorro no corpo feito por moradores em Petrópolis, RJ

Cavalo abandonado traz pedido de socorro no corpo feito por moradores em Petrópolis, RJ

Animal foi deixado em rua de Petrópolis, RJ, e é alimentado pela população. Imagem foi divulgada nas redes sociais nesta terça-feira (20).

Por Andressa Canejo

RJ Petropolis cavalo socorro corpo

A mensagem escrita no cavalo abandonado em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, traduz o que o animal precisa com urgência: socorro. O pedido é feito por moradores do bairro Corrêas, que afirmam que ele foi deixado há pelo menos 20 dias onde permanece até esta quarta-feira (21). O caso foi parar nas redes sociais e, segundo a população local, a Guarda Civil, que possui um curral para abrigar animais de grande porte, e a Prefeitura foram acionadas, mas nenhuma providência foi tomada.

RJ Petropolis cavalo socorro corpo2

“Ele está muito fraquinho, com dificuldade de andar. Minha mãe já ligou para os órgãos públicos, mas não conseguiu nada. Ele nem é pangaré, é um mangalarga, mas agora está velhinho e debilitado, aí ninguém quer. Ele até já levou uma esbarrada de um carro outro dia”, lamenta empresário Michel César da Rosa, ressaltando que apesar de não estar amarrado, o animal não sai do local. Proprietário de uma loja de rações na Rua Álvares de Azevedo, em frente ao ponto onde o equino está, Michel e a família já gastaram pelo menos dois sacos de ração de coelho e de milho alimentando o cavalo.

O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura, que responde pela Coordenadoria de Bem-Estar Animal e pela Guarda Civil, responsável pelo curral de apreensão, e aguarda um posicionamento sobre o caso.

Assim que recebeu a foto de um amigo que passava pelo local, o engenheiro Anderson Rodrigues divulgou a imagem nas redes sociais e começou uma mobilização. Na manhã desta quarta-feira, uma veterinária esteve no local e coletou sangue do cavalo para a realização de exame. A dona de casa Celina da Veiga, que é do Rio de Janeiro e tem um sítio em Araras, se sensibilizou e afirma que vai ficar com o bicho. Como ela tem outro cavalos, é preciso aguardar o resultado do exame para ter certeza que ele não tem doenças que podem ser transmitidas.

“Vi o animal do outro lado da rua e me espantei, pois ele está muito magro. Quando voltei para o carro ele estava parado na porta. Achei que era um sinal e levei alfafa para ele. A veterinária que me ajuda nessas causas retirou o sangue e esperamos que o resultado saia nesta quinta-feira (22). Acredito que ele não está doente e que precisa é de cuidados, apenas. Temos que tirá-lo dali”, afirma Celina.

RJ Petropolis cavalo socorro corpo3

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.