Cavalo com grave ferimento em uma das patas é sacrificado em Camaquã, RS

Cavalo com grave ferimento em uma das patas é sacrificado em Camaquã, RS

Um cavalo que estava com ferimento em uma das patas precisou ser sacrificado, nessa segunda-feira (20), em Camaquã. O animal foi encontrado abandonado na estrada da localidade de Pacheca, zona rural do município.

A Associação Protetora aos Animais de Rua (Arca) esteve no local prestando atendimento ao equino, junto a um médico veterinário. Segundo a coordenadora da ONG, Ivana de Paula, o cavalo estava agonizando desde a noite de domingo (19) e que, possivelmente, o corte na pata esquerda da dianteira teria sido provocado por um atropelamento.

“Ainda não temos os fatos concretos do caso”, disse.

Em razão da gravidade do ferimento, o veterinário precisou realizar eutanásia. “Mais uma vida que vai embora por falta de responsabilidade do tutor”, lamentou Ivana.

A Polícia Civil (PC) foi acionada para acompanhar o caso e registrar um boletim de ocorrência. Informações sobre o dono do animal ou o responsável pelo ferimento podem ser repassadas de forma anônima pelo 197 da PC ou pelo WhatsApp de Ivana (51) 98025-5559.

Pela Lei Federal nº 9.605, o abandono e/ou negligência contra animais é caracterizado crime de maus-tratos. A pena para o infrator vai desde multa de um a 40 salários mínimos por animal, até a prisão em casos extremos. Com a alteração da Lei nº 14.064/2020, prevendo pena de reclusão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda do animal.

Por Matheus Garcia

Fonte: Blog do Juarez