Cavalo é baleado por motorista na RJ-145, em Valença, RJ

Cavalo é baleado por motorista na RJ-145, em Valença, RJ

Um cavalo foi baleado na noite de quarta-feira (24) na RJ-145, em Valença. Segundo informações da Polícia Militar, um motorista teria passado atirando contra o animal próximo ao bairro Biquinha. Ele foi atingido por uma bala calibre 380.

Ainda segundo a PM, a Guarda Municipal, autoridades do município e o Grupo Brock de Protetores resgataram o cavalo com vida. Ele precisou fazer uma cirurgia de emergência no Hospital Veterinário Escola e passa bem.
O motorista não foi localizado.

Cavalo foi atingido próximo ao bairro Biquinha, em Valença. — Foto: Divulgação/Grupo Brock de Protetores

Maus-tratos constantes

Neste mês, uma mula foi ferida também na RJ-145, em Valença. Ela estava solta na via, no bairro Chacrinha. As informações são da Polícia Militar. O animal morreu na quarta-feira (24).

O Grupo Brock de Protetores fez o resgate e trabalha nesta segunda para levar o animal ao Hospital Veterinário Escola. A mula estava muita debilitada e com as patas machucadas. Testemunhas contam que o animal teria sido arrastado pela tutora que dirigia um carro, mas essa versão não foi confirmada pela polícia.

As agressões a animais têm sido constantes no município. Em fevereiro deste ano, um cavalo quase foi puxado por um carro na mesma rodovia, perto do bairro Canteiro. A Polícia Militar impediu que o veículo saísse com o animal amarrado. O motorista foi advertido e liberado logo em seguida. Ele estacionou o carro, montou no cavalo e foi embora.

E em junho do ano passado, um cavalo foi puxado por um carro. Quem segurava a rédea do animal era o dono do bicho. Quando o motorista acelerava o veículo, o cavalo chegava a cair e o carro continuava em movimento. A Guarda Municipal recebeu um vídeo denunciando o crime e foi até a casa do tutor do animal junto com o Grupo Brock de protetores de animais.

O cavalo foi retirado da casa, levado pra um lugar seguro e recebeu tratamento dos voluntários da ONG. O tutor do animal foi conduzido até a delegacia, onde foi feito o registro. Ele responde o processo em liberdade.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.