Cavalo em loja, ovelha de vestido e cachorros em jaula. Entenda a confusão que terminou na DP

Cavalo em loja, ovelha de vestido e cachorros em jaula. Entenda a confusão que terminou na DP
Imagem: PCDF/Divulgação

Uma médica veterinária, de 29 anos, foi autuada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) por maus-tratos ao manter animais em situação inadequada no assentamento 26 de Setembro. A profissional manteve ao menos 14 bichos dentro de uma loja. Durante uma semana, ela ainda dividiu os cômodos e morou com os animais. O flagrante ocorreu nessa quinta-feira (17/5).

De acordo com a 8ª Delegacia de Polícia (Estrutural), havia uma égua, um potro, um filhote de ovelha – que usava um vestido -, cinco coelhos, três cães e três gatos no espaço. Por ser uma clínica veterinária, o espaço é considerado inapropriado para manter os animais, com piso de cerâmica lisa, fechado com portas de vidro, sem ventilação.

“Piso extremamente sujo e escorregadio para os equinos e ovelha, com papéis espalhados, fezes, urina que exalavam mau cheiro”, informou nota da polícia. A médica vai responder pelo crime de maus-tratos e, caso condenada, pode pegar um ano de detenção”.

A polícia chegou ao local após denúncia anônima. Acionado, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) aplicou uma multa de R$ 3.960. A Secretaria de Agricultura também foi acionada.

O Metrópoles tentou contato com a clínica veterinária, mas não teve resposta até a publicação deste texto. O espaço segue aberto para possíveis manifestações.

Por Jade Abreu, Carlos Carone e Mirelle Pinheiro

Fonte: Metrópoles

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.