Cavalo morre e é deixado na Avenida Presidente Vargas, em Indaiatuba, SP

Cavalo morre e é deixado na Avenida Presidente Vargas, em Indaiatuba, SP

Por Adriana Brumer Lourencini

Boa parte dos romeiros ainda prefere fazer o percurso a cavalo ou em charretes e, para isso, a maioria se preocupa em preparar os animais, já que a jornada é longa. Inclusive, Salete Amstalden Costa, uma das participantes, relatou à Tribuna como ela prepara os dois cavalos da família para enfrentar a maratona.

Entretanto, na noite deste domingo, um cavalo foi encontrado morto na altura do número 2.000 da Avenida Presidente Vargas. De acordo com a Guarda Civil (GCM), eles foram chamados ao local por testemunhas, e quando chegaram lá, só encontraram o animal já sem vida.

A guarnição tentou localizar o responsável pelo cavalo, mas não havia ninguém nas imediações. As testemunhas disseram ter visto duas pessoas se evadindo dali, carregando a charrete e abandonando o animal. Eles também suspeitam que o tutor do cavalo tenha participado da Romaria, no entanto, isso não foi confirmado.

Cidão declarou que desconhecia o ocorrido, mas que lamenta o incidente. “Estou certo de que não se trata de gente daqui; pode ser que seja de Campinas, afinal, quem não é romeiro fica pela estrada. Posso afirmar que não houve nenhum caso de morte de animais durante a viagem e os que necessitaram de ajuda tiveram apoio com carro da Prefeitura”, disse.

Até o fechamento desta edição, o responsável pelo cavalo morto ainda não havia sido localizado. Ao atender a ocorrência, a GCM acionou o pessoal do Meio Ambiente, que recolheu o animal e o transportou ao aterro sanitário.

Fonte: Tribuna de Indaiá

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.