CCZ de Diadema (SP) dispõe apenas de mil vacinas antirrábica

CCZ de Diadema (SP) dispõe apenas de mil vacinas antirrábica

Moradores podem vacinar seus cães e gatos contra a raiva no CCZ.

Para quem tem um animalzinho em casa e ainda não o protegeu contra a raiva, a oportunidade é agora. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) está com 1.000 doses da vacina antirrábica para cães e gatos com no mínimo de três meses de vida. Quem tem interesse de participar, basta ir com seu amigo de quatro patas ao CCZ , das 9h às 12h e das 13 às 16h, de segundas a sextas-feiras.

Em 2014, mais de 15 mil cães e gatos foram vacinados na Campanha de Vacinação que abrangeu todos os bairros de Diadema. No segundo semestre do ano passado, a ação tomou diferentes proporções. O CCZ montou postos em bairros escolhidos pelo número de cães e gatos existentes no local e cerca de dois mil animais receberam esse benefício nos bairros Eldorado, Paineiras e Promissão.

No início de 2016, o CCZ vacinou apenas cães e gatos da região de Serraria. O objetivo dessa vacinação antecipada foi proteger os animais do bairro que tiveram um aumento do risco de contrair a doença, por conta do morcego com vírus da raiva encontrado na região naquela época.

Durante todas as campanhas de vacinação, apenas em 2015 foi registrado uma reação alérgica em um cão que, imediatamente, foi medicado e em menos de duas horas já retornava para casa com o estado de saúde normalizado.

Para a médica veterinária e coordenadora do CCZ, Carla Cruz, a vacina é de extrema importância. “A doença é 100% fatal pois não tem cura nem para o homem e nem para o animal e, além disso, ela é transmissível pela mordida”, afirmou.

Baba excessiva, agressividade e dificuldade para reconhecer o dono são alguns dos sintomas presentes em animais com raiva. A proteção tem duração de até um ano.

SERVIÇO:
Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)
Rua Ipoá, 40 – Inamar
Tel.: 0800 77 10963

Fonte: ABC do ABC

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.