CCZ vai distribuir, na Exapicor, 500 senhas para castração de animais em Resende, RJ

CCZ vai distribuir, na Exapicor, 500 senhas para castração de animais em Resende, RJ

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vai distribuir, no próximo domingo, dia 23, na Área de Exposições, 500 senhas para agendamento de cirurgias para castração de cães e gatos. A distribuição, que faz parte da programação da 51ª Exapicor, será realizada a partir das 10h, em uma tenda localizada na entrada da festa. A ação visa controlar o número de ninhadas indesejadas, que acaba se transformando num problema de saúde pública, já que muitos animais acabam abandonados em locais públicos por seus proprietários.

– Esse é um dos papéis importantes que o Centro de Controle de Zoonoses de Resende desempenha, com o objetivo de prevenir doenças e controlar o índice de natalidade de cães e gatos no município. A distribuição das senhas dentro da festa de aniversário da cidade, onde há uma grande concentração de pessoas de todos os bairros, foi a maneira que encontramos para democratizar, ainda mais, o serviço de castração, que beneficia, anualmente, cerca de 1.500 animais – ressalta o prefeito Diogo Balieiro Diniz.

Para ter acesso à senha, os proprietários dos animais deverão comparecer no ponto de distribuição instalado na Área de Exposições, portando um comprovante de residência atualizado, já que o serviço será exclusivo para moradores de Resende. A coordenação do CCZ lembra ainda que cada pessoa poderá inscrever dois machos, ou uma fêmea, ou um macho e uma fêmea, para castração. Antes da realização da cirurgia, o animal – cão ou gato -, que deve ter mais de nove meses de idade, passará por uma consulta para verificar se o mesmo está apto a fazer a intervenção.

Esta é a segunda etapa de agendamentos para cirurgia de castração em 2018. No mês de abril, 400 senhas foram distribuídas na sede do CCZ para que os animais passassem pelo procedimento. Encontrado em estado precário em janeiro de 2017, com alguns serviços paralisados, o Centro de Controle de Zoonoses passou por obras de reforma e ampliação na atual gestão, e ainda ganhou uma clínica veterinária.

Como resultado deste investimento, o Centro faz atualmente cerca de 200 consultas/mês, além de 150 cirurgias de castração, nas quais os animais recebem uma marcação na orelhinha, que evita que o procedimento seja realizado novamente.

Fonte: Prefeitura de Resende

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.