Centenas de ativistas ocupam o centro de Salt Lake City (EUA) e bloqueiam o tráfego para exigir a libertação animal

Centenas de ativistas ocupam o centro de Salt Lake City (EUA) e bloqueiam o tráfego para exigir a libertação animal

Centenas de ativistas dos direitos dos animais lotaram o centro de Salt Lake City e bloquearam o tráfego no sábado.

Mais de 400 ativistas dos direitos dos animais encheram uma loja do mercado Whole Foods perto da biblioteca pública de Salt Lake City e pararam o tráfego enquanto marchavam pelas ruas, exigindo a libertação animal. Eles se juntaram à rede de ativistas dos direitos dos animais Direct Action Everywhere (DxE), condenando o Whole Foods por “mentir aos consumidores sobre as fazendas de onde vêm os produtos de origem animal”, afirmou um boletim de imprensa de domingo.

Foi a conclusão de uma marcha de três quilômetros que interrompeu o tráfego na área. A fundadora da PETA, Ingrid Newkirk, estava entre as centenas que se juntaram ao DxE em protesto.

“O sofrimento dos animais é difícil para que uma nação civilizada vire as costas”, afirmou Newkirk. “E ainda assim, mas não devemos permitir”.

Os ativistas também marcharam para exigir que acusações sejam descartadas contra mais de 60 ativistas, incluindo alguns que participaram da passeata e enfrentam acusações relacionadas a “resgates abertos” em Utah e na Califórnia, alegando que é “um abuso do sistema legal destinado a esconder a má conduta corporativa”. Resgates abertos são quando ativistas entram em fazendas para documentar as condições e resgatar animais em atendimento imediato, antes de revelar suas ações e identidades publicamente.

A marcha faz parte do movimento Animal Liberation Western Convergence, que aconteceu até o último dia 22 e esperava que mais de 600 ativistas participassem. O DxE e outros ativistas dos direitos dos animais também iriam participar de alguns outros eventos, incluindo:

  • Uma liberação em 19 de novembro de 100 perus pela empresa de criação de perus Norbest.
  • Uma manifestação em 20 de novembro no Capitólio do Estado de Utah com o ator James Cromwell, que se tornou vegano depois de retratar o agricultor Arthur Hoggett no filme “Babe” de 1995, exigindo ação em resposta ao tratamento dos animais no Smithfield’s Circle Four Farms.

Para saber mais sobre o que o DxE faz, visite: www.directactioneverywhere.com.

Fotos: Direct Action Everywhere

Por Hunter Geisel / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: KUTV

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.