Centenas de pessoas se reúnem para último passeio de cão antes de ser eutanasiado

Centenas de pessoas se reúnem para último passeio de cão antes de ser eutanasiado
O galgo inglês Walnut viveu 18 anos, o dobro da estimativa da raça. Walnut teve que ficar no colo do tutor em seu último passeio na praia. (Foto: Reprodução / Twitter)

O cão da raça galgo Walnut vai ser sacrificado neste sábado, na Inglaterra. A difícil decisão partiu de seu melhor amigo e tutor por 18 anos, Mark Woods. Mas o cãozinho, que sofre de várias complicações por causa da idade avançada, recebeu um grande agrado antes do adeus: seu tutor convocou amigos caninos e humanos para um último passeio no local onde ele mais gostava de ir, a praia de Porth Beach, em Newquay.

O que começou com uma publicação sem grandes pretensões no Facebook terminou com uma reunião de centenas de cães e amantes dos animais na praia, segundo o portal “Metro”.

Algumas pessoas de cidades próximas chegaram a fazer viagens de carro para o local com seus bichos de estimação. Além disso, pela internet, o apelo de Mark comoveu milhares de pessoas, com cerca de 15 mil reações e mais de 2 mil compartilhamentos na rede social.

A estimativa de vida dos cães da raça galgo inglês é de 9 a 11 anos, portanto Walnut viveu quase o dobro do esperado. Seu tutor Mark diz que deve muito a seu melhor amigo: “Sofri com doenças e passei tempos terríveis, mas Walnut esteve do meu lado. Devo fazer isso por ele.”

Ele ainda diz que não havia outra solução a não ser sacrificar o animal: “Ele só dorme comigo e chora quando não estou por perto. É uma situação desesperadora”.

Após o derradeiro passeio na praia, dessa vez com centenas de companheiros, Walnut será levado ao veterinário pela última vez. Nas redes sociais, mesmo quem não pode comparecer ao passeio enviou suas lembranças ao cachorro. Veja:

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.