Centro de recuperação de animais de Blumenau (SC) tenta evitar superlotação

Centro de recuperação de animais de Blumenau (SC) tenta evitar superlotação

41 cães e gatos dividem baias de tratamento destinadas para 20 bichos. Unidade busca mobilizar comunidade para que animais sejam adotados.

SC blumenau superlotacao1

O Centro de prevenção e recuperação de animais domésticos (Cepread) de Blumenau, no Vale do Itajaí, que mobilizar a população da cidade para a adoção de animais. A intensão é evitar a superlotação do local. Hoje, 41 animais dividem 20 baias de tratamento. O ideal é que haja apenas um animal por espaço.

SC blumenau superlotacao2

“Depende do porte e da agressividade de cada animal. Não é uma superlotação, mas afeta o atendimento de novos pacientes”, explica Eliomar Russi, diretor de Bem Estar Animal. Segundo ele, se o Centro continuar recebendo animais sem ter saída para adoção, pode ficar superlotado e parar de receber novos pacientes.

Atualmente há 30 animais, sendo 23 cachorros e sete gatos, disponíveis para adoção. “São animais microchipados, castrados, vacinados e vermifugados. Nosso objetivo é, de forma alguma, devolver esses animais para a rua. Queremos que eles tenham um lar, até porque o histórico de muito deles é de traumas”, afirma o diretor. Outros 11 animais estão em tratamento.

O Centro começou a funcionar em setembro de 2014. A equipe veterinária atende, em média, 10 ocorrências para tratamento de animais por dia, mas nem todos são encaminhados ao Centro. “Recebemos animais de rua e oriundos de maus tratos. Nosso espaço não comporta para recolhimento apenas para tratamento”, detalha Eliomar.

SC blumenau superlotacao3

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.