Centro de Zoonoses de Itaúna (MG) fará monitoramento de cães nas ruas

Centro de Zoonoses de Itaúna (MG) fará monitoramento de cães nas ruas

Animais soltos pela cidade serão cadastrados a partir de segunda-feira (16). Cães terão chip que ajudará a formar um cadastro dos animais recolhidos. 

MG itauna img 8228Com o objetivo de facilitar o monitoramento de animais pela Prefeitura, o Centro de Zoonozes de Itaúnareinicia as atividades nesta segunda-feira (16). Cães soltos nas ruas da cidade serão recolhidos, examinados, vacinados e cadastrados em um banco de dados. Posteriormente, os animais serão disponibilizados para adoção.
A ação é uma parceria da Prefeitura de Itaúna com a Associação Regional de Proteção Ambiental (Arpa), a Promotoria de Meio Ambiente e a Associação de Defesa Animal e Ambiental de Itaúna (Ainda). A atividade facilitará o controle dos animais pela Secretaria de Saúde da cidade, que implantará um chip em cada um dos cães capturados.

“A identificação com chip subcutâneo nos ajudará a formar um cadastro dos animais recolhidos e depois doados ou soltos na cidade. Este dispositivo possibilitará saber quem é o responsável pelo animal e também monitorar a população canina no município”, comentou a secretária de Saúde Ângela Amaral.

As primeiras cirurgias de castração serão realizadas no dia 26 de junho, em cerca de 30 animais. No dia 7 de julho os cães já estarão disponíveis para adoção. Para o promotor Daniel Mendes, o recolhimento dos animais contribui para melhorar a saúde pública da cidade. “A castração vai diminuir a população de cães nas ruas e, consequentemente, o número de doenças que eles podem transmitir aos seres humanos”, afirmou.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.