Centro de Zoonoses de Uberlândia (MG) realiza cadastro para castração de animais para 2017

Centro de Zoonoses de Uberlândia (MG) realiza cadastro para castração de animais para 2017

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) em parceria com o curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), realiza castrações em gatos e cachorros que são criados por famílias que não têm condição de pagar a cirurgia.

Para realizar o cadastro pedindo a castração é necessário comparecer na Zoonose na Avenida Alexandrino Alves Vieira, 1423 , no Bairro Santa Rosa, de segunda à sexta das 7h30 às 17h30 com os seguintes documentos:

  • Cópia do RG E CPF
  • Cópia do comprovante de endereço atualizado
  • Cópia do comprovante de renda de toda família até três salários mínimos
  • Cópia da certidão de nascimento ou casamento
  • Comprovante de vacina antirrábica do animal

Ao realizar o cadastro a resposta é imediata. Vale ressaltar que as cirurgias para esse ano já estão esgotadas. Os novos pedidos serão marcados a partir de abril de 2017. O curso de Medicina Veterinária da UFU realiza cerca de 120 castrações por mês.

Os interessados podem procurar mais informações sobre os procedimentos a serem realizados entrando em contato com a Zoonoses pelo telefone: (034) 3213-1470 ou na UFU pelo telefone (034) 3225-8405.

Feira de Adoção retirou 50 cães e gatos das ruas

Feira de adoções.
Feira de adoções.

A Pet Udi realizou uma feira de adoções de cachorros e gatos resgatados nas ruas. Cerca de 50 animais que estavam abandonados estavam expostos para serem adotados. A maioria deles são filhotes  que precisam de um lar para morar.

A organizadora do evento Juliana Drigo relata da importância das pessoas adotarem esses animais. “O nosso trabalho é pegar animais das ruas, ninhadas que estão abandonadas ou até mesmo de pessoas que abandonam os filhotes”, afirma.

Juliana ainda diz que é importante castrar esses animais para que não haja a procriação desses bichinhos, que muitas das vezes são abandonados nas ruas e reproduzem no futuro.

Por Isabela Lamark

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.