Cerca de 200 cabras morrem de fome em fazenda, homem é condenado à prisão nos EUA

Cerca de 200 cabras morrem de fome em fazenda, homem é condenado à prisão nos EUA

Um homem de Darlington foi condenado à prisão depois que investigadores relataram ter encontrado quase 200 cabras mortas em uma fazenda.

O casal de Darlington, Kyle e Stephanie Lincicum, foi acusado de 20 acusações de maus-tratos a animais, 20 acusações de intencionalmente deixar de fornecer alimento a um animal, além de disposição oportuna de carcaças e roubo.

Investigadores do condado de Lafayette relataram ter encontrado as cabras mortas em uma fazenda da qual o casal era responsável por cuidar.

Kyle Lincicum se declarou culpado de 23 das acusações em dezembro, sendo que metade das acusações de abuso de animais contra ele foram retiradas.

Cerca de 200 cabras morrem de forme em fazenda, homem é condenado à prisão nos EUA

O juiz o condenou a 15 meses de prisão e 9 meses de detenção.

Ele foi condenado a pagar à vítima mais de US$ 240.000 em restituição.

Stephanie Lincicum foi condenada a 18 meses na Cadeia do Condado de Lafayette. Ela também foi colocada em liberdade condicional por cinco anos para as outras acusações, simultaneamente à sua sentença de prisão.

Por  Rachael Perry / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: WQOW

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.