Cerca de 35 toneladas de ração distribuídas por associações de animais em Portugal

Cerca de 35 toneladas de ração distribuídas por associações de animais em Portugal

Cerca de 35 toneladas de ração foram distribuídas por 25 organizações de defesa dos animais de todo o país, nas duas últimas semanas, no âmbito da Plataforma Solidária Animal, lançada pela Animalife no final de março.

“A Plataforma Solidária Animal, lançada pela Animalife no final de março, já permitiu fazer chegar cerca de 35 toneladas de ração a mais de seis mil animais em risco, acolhidos em associações de todo o país”, indicou em comunicado a entidade.

Em março, a Animalife lançou uma plataforma solidária para responder às dificuldades das organizações de defesa dos animais, que têm sofrido quebras nas receitas, devido à pandemia da Covid-19. De acordo com a associação, foram distribuídas 56 paletes de alimentação e areia por organizações que têm dificuldade em alimentar os animais que acolhem. A preparar uma nova ronda de entregas, a organização de defesa dos animais avança ainda que continua a receber pedidos de ajuda.

Os pedidos de apoio não param de chegar, o que levou a Animalife a redobrar esforços e contactos junto dos seus parceiros e a conseguir recolher mais alimentação animal para entregar, o que deverá acontecer já nas próximas semanas”, salienta.

Por seu turno, a Animalife reforça que “vai lançar uma campanha de angariação de fundos através do seu “site” e redes sociais, que permita ajudar a suportar os custos logísticos da nova operação, inteiramente a cargo da associação”.

Segundo a associação, a criação da Plataforma Solidária Animal permitiu encontrar uma resposta social capaz de colmatar várias das dificuldades que foram surgindo durante o período de pandemia. A iniciativa conta com mais de 135 voluntários inscritos, por todo o país, embora o maior número esteja concentrado em Lisboa e no Porto.

A Animalife revela que grande parte dos voluntários optou por ajudar financeiramente, através de apadrinhamento de despesas, mas “há também muitos que se mostram disponíveis para apoiar em tarefas de apoio aos mais idosos, como comprar e entregar bens alimentares ou passear animais de estimação”.

A Plataforma Solidária Animal juntou também um grupo de pessoas para alimentar as colónias, em caso de impedimento dos cuidadores habituais, e um outro de Famílias de Acolhimento Temporário (FAT), no sentido de assegurar os cuidados de animais de pessoas doentes ou internadas.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 176 mil mortos e infetou mais de 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 567 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 762 pessoas das 21.379 registadas como infetadas, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Por Luís Forra

Fonte: Observador / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.